Desigualdades regionais no acesso à eletricidade versus qualidade de vida no Brasil

Autores

Palavras-chave:

Desigualdades socioeconômias, Acesso à eletricidade, Renda, Consumo de energia

Resumo

Uma das principais desigualdades do Brasil está relacionada ao acesso e distribuição de energia elétrica. Em média, 99,7% da população tem acesso a algum tipo de energia, variando de 99,1% a 99,9% entre os estados brasileiros. No entanto, 600 mil brasileiros ainda não têm acesso à energia elétrica. Este artigo tem como objetivo relacionar a distribuição de energia elétrica às desigualdades sociais e espaciais nas regiões brasileiras. Foi realizada uma avaliação referente à população das regiões brasileiras, área territorial, e renda per capita. Com relação ao acesso e distribuição de eletricidade, foi realizada uma avaliação do atual setor elétrico brasileiro. Os resultados mostraram que as regiões Norte e Nordeste apresentam menor renda per capita, menor consumo de energia elétrica e menor acesso à energia elétrica do que as demais regiões. Melhorar a qualidade de vida, a oferta de empregos e o acesso à educação são desafios a serem enfrentados, mas a política energética do Brasil ainda não os contempla adequadamente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Liseane Padilha Thives, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis - Brasil

Liseane Padilha Thives, Programa de Pós-graduação em Engenharia Civil (PPGEC), Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Florianópolis-SC, Tel. 48 37212114, E-mail: liseane.thives@ufsc.br

Enedir Ghisi, Universidade Federal de Santa Catarina

Enedir Ghisi, Programa de Pós-graduação em Engenharia Civil (PPGEC), Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Florianópolis-SC, Tel. 48 37212115, E-mail: enedir.ghisi@ufsc.br

Juarez Jonas Thives Júnior, Faculdade Cesgranrio

Juarez Jonas Thives Júnior, Faculdade Cesgranrio, R. Cosme Velho, 155 - Laranjeiras, Rio de Janeiro - RJ, 22241-125
telefone: 21-98288-3600, email: juarez.thives@cesgranrio.org.br

Downloads

Publicado

2022-05-24

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

> >>