Foucault e a Psicologia no Brasil: interlocuções e novas perspectivas

Autores

  • Larissa de Moura Cavalcante UFAL
  • Aline Kelly da Silva UFAL
  • Carlysson Alexandre Rangel Gomes UFAL
  • Simone Huning Universidade Federal de Alagoas

DOI:

https://doi.org/10.22456/2238-152X.63068

Palavras-chave:

Psicologia, Michel Foucault, subjetividade.

Resumo

Este artigo analisa como a Psicologia no Brasil tem se aproximado do pensamento de Michel Foucault em produções acadêmicas publicadas em periódicos eletrônicos indexados. É o resultado de uma pesquisa de levantamento bibliográfico no sítio eletrônico da Biblioteca Virtual em Saúde (BVS-Psi) que incluiu artigos publicados até o ano de 2013. Inicialmente, identifica as produções acadêmicas que articulam o pensamento foucaultiano com a psicologia, considerando o período histórico das produções, as fontes de publicação e as instituições de produção. Em seguida, discute os campos temáticos das produções que dialogam com a teorização foucaultiana. Conclui apontando para (a) a ampliação e aprofundamento das interlocuções dessa disciplina com o autor, em trabalhos que se afirmam simultaneamente nos campos teórico e político; (b) a emergência de novos objetos e perspectivas teórico metodológicas para a Psicologia; e (c) o empenho em construir novas visões de sujeito e, consequentemente, novas práticas da Psicologia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Larissa de Moura Cavalcante, UFAL

Graduada em Psicologia

Aline Kelly da Silva, UFAL

Mestre em Psicologia

Carlysson Alexandre Rangel Gomes, UFAL

Graduando em Psicologia

Simone Huning, Universidade Federal de Alagoas

Docente e Pesquisadora dos Cursos de Graduação e Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal de Alagoas. Líder do Grupo de Pesquisa Processos Culturais, Políticas e Modos de Subjetivação

Downloads

Publicado

2016-08-15

Como Citar

Cavalcante, L. de M., da Silva, A. K., Rangel Gomes, C. A., & Huning, S. (2016). Foucault e a Psicologia no Brasil: interlocuções e novas perspectivas. Revista Polis E Psique, 6(2), 146–165. https://doi.org/10.22456/2238-152X.63068

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)