A estratégia representativa para visualização da informação

um estudo de caso do mapa de John Snow

Autores

DOI:

https://doi.org/10.19132/1808-5245283.118746

Palavras-chave:

Visualização da informação, Transposição de linguagens, Representação da informação, Design da informação

Resumo

A visualização da informação em representações visuais de conteúdos é uma forma de linguagem destinada a facilitar a compreensão do leitor em relação à complexidade de temas, a partir de gráficos, mapas e infográficos. A redução da abstração proporcionada por tais recursos visuais potencializa a compreensão da informação representada. Desta forma, busca-se compreender os efeitos que o uso dessas ferramentas projeta para assegurar a visualização do leitor e os papéis que exercem na compreensão da informação representada. A fundamentação teórica contém aportes da Ciência da Informação em diálogo com o campo do Design da Informação. A partir de uma pesquisa descritiva-explicativa, de caráter documental e bibliográfico, apresentada como estudo de caso, o mapa de cólera, organizado pelo médico inglês John Snow para registrar e explicar o processo de levantar as necessidades, as complicações e as decisões ao longo da coleta de informações, é analisado em termos da importância do emprego da linguagem visual para essa finalidade. Como resultado, constatou-se que a visualização empregada pelo mapa de John Snow possibilitou a compreensão de um grande volume informacional e que seu desempenho está intrinsecamente ligado à seleção das informações representadas. De tal forma, o estudo de caso permite afirmar que a visualização obtida constitui não somente um recurso eficaz para a compreensão da informação, mas também atua como um reforço argumentativo, uma vez que a representação da informação com apoio gráfico pode levar a uma maior facilidade de entendimento ao reduzir o esforço necessário para encontrá-la e decifrá-la.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antonio Lucio Barizon Filho, Universidade Estadual de Londrina

Doutorando em Ciência da Informação (PPGCI), pela Universidade Estadual de Londrina, contemplado pela bolsa CAPES. Graduado em Desenho Industrial pela Universidade Estadual de Londrina (2003), especialista em Administração de Marketing e Propaganda (2004) e Mestre em Comunicação pela mesma universidade (2019). Atua como designer na área de construção de marca, web design, impressos e infografia. Atualmente docente na Universidade Norte do Paraná - UNOPAR no curso de Desenho Industrial. 

Pedro Henrique Cremonez Rosa, Universidade Estadual de Londrina

Doutorando em Ciência da Informação (PPGCI), pela Universidade Estadual de Londrina, contemplado pela bolsa CAPES. Bacharel em Publicidade e Propaganda, pela Faculdades Integradas Pitágoras (2011). Bacharel em Relações Públicas pela Universidade Estadual de Londrina (2011). Mestre em Análise do Comportamento pela Universidade Estadual de Londrina (2015). Mestre em Comunicação pela Universidade Estadual de Londrina (2018). Bolsista de Mestrado da CAPES (2016-1018). Atua principalmente nas seguintes linhas de pesquisa: Semiologia, cartões-postais, vitrines urbanas, representações, espaço urbano, semiótica, Organização e Representação da Informação e do Conhecimento.

Miguel Luiz Contani, Universidade Estadual de Londrina

Possui graduação em Letras Português - Inglês pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de São Caetano do Sul (1976), mestrado em Educação pela Universidade Federal do Paraná (1988) e doutorado em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1995). Atualmente é professor associado na Universidade Estadual de Londrina. Tem experiência na área de Comunicação e informação, com ênfase em teorias da linguagem, organização e representação da informação e do conhecimento, atuando principalmente nos seguintes temas: organização e representação da informação e do conhecimento, semiótica, estudos da imagem, produção de sentido nas práticas socioambientais do espaço urbano.

Brígida Maria Nogueira Cervantes, Universidade Estadual de Londrina

Doutora em Ciência da Informação pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Faculdade de Filosofia e Ciências da Universidade Estadual Paulista, Marília, 2009). Mestre em Ciência da Informação (Universidade Estadual Paulista, Marília, 2004). Especialista em Administração de Bibliotecas (Universidade Federal do Amazonas, 1986). Bacharel em Biblioteconomia (Universidade Estadual de Londrina, 1981). Professora Associada do Departamento de Ciência da Informação da Universidade Estadual de Londrina. Docente Permanente do Programa de Pós-Graduação em Gestão da Informação (Mestrado Profissional) da Universidade Estadual de Londrina, 2008-2012. Coordenadora do Mestrado Profissional em Gestão da Informação da Universidade Estadual de Londrina, 2011-2013. Docente Permanente do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual de Londrina, 2012-. Coordenadora do Grupo de Trabalho GT2 - Organização e Representação do Conhecimento da ANCIB, gestão 2013-2014 e 2015-2016. Editora do periódico científico "Informação & Informação" e do periódico técnico-científico "Informação@Profissões". Consultora "ad hoc" de projetos da CAPES. Avaliadora "ad hoc" de periódicos científicos da área. Dedica-se ao ensino e pesquisa na área de Ciência da Informação, com foco em Organização e Representação do Conhecimento (Análise de Assunto, Análise de Domínio, Sistemas de Organização do Conhecimento, Vocabulário Controlado e Terminologia). Possui experiência em implantação de software integrado para gestão de unidades de informação, incluindo Bibliotecas Digitais e Repositórios Institucionais.

Downloads

Publicado

2022-08-04

Como Citar

BARIZON FILHO, A. L.; CREMONEZ ROSA, P. H.; CONTANI, M. L.; NOGUEIRA CERVANTES, B. M. A estratégia representativa para visualização da informação: um estudo de caso do mapa de John Snow. Em Questão, Porto Alegre, v. 28, n. 3, p. 118746, 2022. DOI: 10.19132/1808-5245283.118746. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/118746. Acesso em: 7 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos