Cidades em (trans)formação: impacto da verticalização e densificação na qualidade do espaço residencial

Maria Conceição Barletta Scussel, Miguel Aloysio Sattler

Resumo


Num contexto global de urbanização crescente e de transformações acentuadas no espaço das cidades, destacam-se os processos peculiares à dinâmica das grandes cidades brasileiras, quealteram substancialmente sua configuração, promovendo rupturas no tecido urbano consolidado e nas práticas de apropriação e uso desse espaço, comprometendo sua sustentabilidade. A partir dessa perspectiva, o objetivo do presente trabalho é analisar o impacto do processo de verticalização e adensamento na qualidade do espaço residencial de um bairro de Porto Alegre (RS), promovido por alterações na legislação urbanística. Mediante  estudo de caso, realizou-se análise comparativa de diferentes quarteirões, utilizando-se método de avaliação da Qualidade do Espaço Residencial (QER). Os procedimentos adotados incluem a análise de documentos, levantamentos a campo e observação direta. Apresentam-se os resultados da aplicação do método de avaliação QER, em termos de qualidade do espaço da habitação, qualidade do contexto da habitação, qualidade do espaço dos serviços, qualidade dos percursos casa / serviços, apontando diferenças significativas entre  quarteirões que sofreram verticalização acentuada e quarteirões que mantiveram a tipologia original.  A principal contribuição deste artigo reside em explorar o potencial de uso da ferramenta QER para  ilustrar o impacto da aplicação de legislação urbanística, instrumentando a discussão do modelo espacial de desenvolvimento da cidade.


Palavras-chave


Espaço residencial; Verticalização; Impacto ambiental; Sustentabilidade

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2016 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: