Modelo neuro-fuzzy para predição das emissões de CO2 de dosagens de concreto para biodigestores na suinocultura

Autores

Palavras-chave:

Emissões de dióxido de carbono, Sistema ANFIS. Concreto sustentável, Construções Rurais, Construções para suínos.

Resumo

Dada a importância da suinocultura para o Brasil, é necessário entender o impacto ambiental gerado pelos materiais de construção empregados na produção das instalações rurais, em especial na construção dos biodigestores, visto que essas instalações têm um importante papel na sustentabilidade dos sistemas de produção. Diante da relevância do volume de concreto empregado no processo de construção de biodigestores para manejo e tratamento de resíduos da suinocultura, esta pesquisa avaliou as emissões de dióxido de carbono equivalente (CO2Eq.) em diferentes cenários de dosagens de concreto. Para isso, um modelo computacional ANFIS (Adaptive Neuro-Fuzzy Inference System) foi desenvolvido para predição e análise das emissões de CO2Eq. durante o ciclo de vida dos materiais adotados em concretos convencionais. Os resultados indicam que a escolha adequada da dosagem pode gerar redução nas emissões de CO2Eq. da ordem de 31,41% para concretos de 30 MPa a 40 MPa. Isso implica uma proposta promissora para a redução do impacto ambiental na produção de instalações em concreto, o que tem potencial para impulsionar novas pesquisas na área.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Régis Marciano de Souza, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas - Campus Pouso Alegre - MG

Departamento de Engenharia Civil do IFSULDEMINAS (Campus Pouso Alegre). 

Tem experiência na área de Engenharia Civil, com ênfase em Estruturas, atuando principalmente nos seguintes temas: Modelagem e Análise em Sistemas Estruturais, Mecânica Computacional, Simulação Numérica, Durabilidade e Patologia das Construções.

Lattes: http://lattes.cnpq.br/7649734521943172

Ricardo Rodrigues Magalhães, Universidade Federal de Lavras (UFLA)

Departamento de automática da UFLA (Lavras/MG)

Tem experiência na área de Engenharia de Produção, com ênfase em Desenvolvimento de Produto, atuando principalmente nos seguintes temas: Método dos elementos finitos, análise de tensões e biomecânica.

Alessandro Torres Campos, Universidade Federal de Lavras (UFLA)

Departamento de Engenharia Agrícola da UFLA (Lavras/MG).

Tem experiência na área de Engenharia Agrícola, com ênfase em Construções Rurais e Ambiência, atuando principalmente nos seguintes temas: construções rurais, ambiência, conforto térmico, tratamento e reaproveitamento de resíduos, bem estar animal, modelagem matemática, biodigestores e sustentabilidade de biossistemas.

Alessandro Vieira Veloso, Universidade Federal de Lavras (UFLA)

Departamento de Engenharia Agrícola da UFLA (Lavras/MG)

Os temas mais realçados em sua produção, dos quais possui experiência, são: Biodigestores, Sustentabilidade de Biossistemas, Energia na Agricultura, Bioenergia, Construções Rurais, Tratamento e Reaproveitamento de Resíduos, Desenho Técnico, Produção Animal, Ambiência Animal, Conforto Térmico e Bem-estar Animal.

Downloads

Publicado

2022-09-12

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)