AS ORIGENS DO “VALE-TUDO” NA CIDADE DE CURITIBA-PR: MEMÓRIAS SOBRE IDENTIDADE, MASCULINIDADE E VIOLÊNCIA

Daniella de Alencar Passos, Rodrigo Cribari Prado, Wanderley Marchi Júnior, André Mendes Capraro

Resumo


O presente artigo foi composto a partir das memórias de diferentes mestres e praticantes de lutas e artes marciais que participaram direta ou indiretamente do início da prática do “Vale-tudo” na cidade de Curitiba-PR. Os fragmentos memoriais aqui apresentados não se restringem à mera interpretação sobre as origens do dessa prática na capital paranaense, pois são atravessados por noções e discursos relativos ao processo de construção da identidade “do” lutador; suas práticas de masculinidade e testes de virilidade aos quais está sujeito no curso de seu treinamento; e na eufemização dos comportamentos de violência – concreta e simbólica – que acompanham sua formação como atleta.

 


Palavras-chave


Memória; Identidade; Masculinidade; Violência.

Texto completo:

PDF PDF-ENG (English)


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.42829



 

 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment