O estado da arte da pesquisa em jornalismo no Brasil: 2000 a 2010

Aline Strelow

Resumo


O trabalho aqui apresentado é resultado de estágio de pósdoutorado da autora, com o objetivo de estudar a pesquisa em jornalismo realizada no Brasil no decênio 2000-2010. A investigação se deu através da análise de artigos científicos sobre jornalismo publicados em revistas acadêmicas nacionais – da listagem de publicações da área oferecida pelo sistema Qualis, da CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior), selecionamos aquelas melhor avaliadas, em circulação desde os primeiros anos da década. Além delas, incluímos publicações de referência, focadas no campo do jornalismo. Ao todo, foram analisados 853 textos, em 17 periódicos, através do método Análise de Conteúdo. Entre os resultados observados, destacam-se o aumento crescente de estudos voltados às linguagens e tecnologias do jornalismo, o caráter empírico do campo e a ainda escassa discussão metodológica.

Palavras-chave


Jornalismo. Pesquisa em Jornalismo. Pesquisa em Comunicação.

Texto completo:

PDF




Intexto | E-ISSN 1807-8583 | Facebook | Google Scholar 

Classificação Qualis: B1 - Comunicação, Informação, História, Letras/Linguística  | B2 - Psicologia | B3 - Ciência Política e Relações Internacionais, Arquitetura, Urbanismo e Design, Ciências Ambientais, Interdisciplinar | B4 - Sociologia. 

Programa de Pós-graduação em Comunicação | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705 sala 519 - Porto Alegre, RS, Brasil | E-mail: Intexto @ufrgs.br

Membro Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária DORA (San Francisco Declaration on Research Assessment)