Potencial de economia de água em duas escolas em Florianópolis, SC

Autores

  • Gabriel Balparda Fasola Universidade Federal de Santa Catarina
  • Enedir Ghisi Universidade Federal de Santa Catarina
  • Ana Kelly Marinoski Universidade Federal de Santa Catarina
  • Jaffer Bressan Borinelli Universidade Federal de Santa Catarina

Palavras-chave:

Uso final de água, Economia de água potável, Escola

Resumo

O objetivo deste artigo é apresentar os usos finais de água potável estimados e o potencial de economia de água potável obtido por meio de um sistema de aproveitamento de água pluvial, reúso de águas cinzas, equipamentos economizadores, ou combinação deles, em duas escolas do município de Florianópolis, Santa Catarina. Para isso, foi necessário obter informações sobre os hábitos de consumo dos ocupantes e realizar medições de vazão e levantamento de dados e aparelhos sanitários das escolas (uma estadual e outra municipal). Para o cálculo do potencial de economia obtido através do aproveitamento de água pluvial utilizou-se o programa Netuno 2.1. No reúso de águas cinzas, consideraram-se como oferta de água para a escola municipal os efluentes provenientes das torneiras de banheiros e da máquina de lavar roupas, e para a escola estadual foram considerados apenas os efluentes provenientes das torneiras de banheiros. Por último, as reduções de consumo de água potável, decorrentes da instalação de equipamentos economizadores, foram avaliadas para bacias sanitárias, mictórios, torneiras comuns e torneiras de fechamento automático. Como resultado, obteve-se um consumo de 28,8 litros/pessoa.dia na escola municipal, e de 25,3 litros/pessoa.dia na escola estadual. Com relação aos usos finais, as torneiras da cozinha e os mictórios destacaram-se como os maiores responsáveis pelo consumo de água. No que se refere ao potencial de economia de água, o resultado mais expressivo foi de 27,8% para a escola municipal e de 72,7% para a escola estadual, combinando equipamentos economizadores e aproveitamento de água pluvial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gabriel Balparda Fasola, Universidade Federal de Santa Catarina

Graduando do Departamento de Engenharia Sanitária e Ambiental da Universidade Federal de Santa Catarina

Enedir Ghisi, Universidade Federal de Santa Catarina

Engenheiro civil, PhD. Professor adjunto do Departamento de Engenharia Civil da Universidade Federal de Santa Catarina.

Ana Kelly Marinoski, Universidade Federal de Santa Catarina

engenheira civil, doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil (PPGEC), Laboratório de Eficiência Energética em Edificações (LabEEE), Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Jaffer Bressan Borinelli, Universidade Federal de Santa Catarina

Graduando do curso de Engenharia Civil na Universidade Federal de Santa Catarina

Downloads

Publicado

2011-12-05

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

> >>