Avaliação durante operação de sistemas de água não potável em edifícios residenciais

Carolina Paula de Castilho, Lúcia Helena de Oliveira

Resumo


Atualmente é observado um crescimento de iniciativas independentes para a implantação de sistemas prediais de água não potável em edifícios residenciais. Essas iniciativas contam com pouco respaldo técnico normativo, diretrizes ou legislação que orientem projetistas, executores e gestores sobre as práticas adequadas de implantação, operação e manutenção desses sistemas, o que pode colocar em risco a saúde dos usuários e o sucesso dessa tecnologia. Considerando-se que é indispensável atender às necessidades dos usuários por meio da adequação das soluções ao uso, a Avaliação Durante Operação (ADO) apresenta-se como uma ferramenta adequada para a análise da situação atual do sistema. Nesse contexto, este artigo tem como objetivo avaliar o desempenho de sistemas prediais de água não potável durante sua operação em edifícios residenciais no que se refere a projeto, execução, operação e manutenção. Para tanto foi aplicada a metodologia de ADO em seis edifícios residenciais. Os resultados mostram que a falta de capacitação técnica, de normas técnicas e de legislações específicas que orientem projetistas, executores, gestores e usuários contribui para o atual cenário, caracterizado por sistemas que operam com desempenho inferior para atender às necessidades e garantir a segurança dos usuários.


Palavras-chave


Sistema redial de água não potável; Desempenho; Avaliação durante operação (ADO); Água de reúso

Texto completo:

HTML




Direitos autorais 2017 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Apoio:

Indexado em: