Produção do conhecimento em Educação Física nas pesquisas com abordagens qualitativas

áreas de conhecimento e temáticas

Autores

  • Sanderson Soares Silva Universidade Federal da Paraíba; Departamento de Educação Física; Programa Associado de Pós-graduação em Educação Física; Grupo de Estudos em Epidemiologia da Atividade Física (GEPEAF) https://orcid.org/0000-0001-6266-1566
  • Cleene Tavares Souza Universidade Federal da Paraíba; Departamento de Educação Física; Programa Associado de Pós-graduação em Educação Física; Grupo de Estudos em Atividade Física e Desfechos em Saúde (GEADES) https://orcid.org/0000-0001-5987-5387
  • Maria Maciele Gomes Barros Universidade de Pernambuco https://orcid.org/0000-0003-4838-0199
  • Ana Raquel Mendes Santos Universidade de Pernambuco; Escola Superior de Educação Física; Programa Associado de Pós-graduação em Educação Física; Grupo de Estudos Socioculturais em Educação Física (GESEF/UPE) https://orcid.org/0000-0002-3436-3622
  • Adriana Faria Gehres Universidade de Pernambuco; Escola Superior de Educação Física; Programa Associado de Pós-graduação em Educação Física; Grupo de Estudos Socioculturais em Educação Física (GESEF/UPE) https://orcid.org/0000-0003-1274-2514

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.118375

Palavras-chave:

Educação Física, Pesquisa qualitativa, Revisão, Brasil

Resumo

Objetivou-se identificar as áreas de conhecimento e compreender as temáticas com abordagens qualitativas em Educação Física no Brasil, a partir de uma pesquisa documental com os seguintes critérios: estudos desenvolvidos no Brasil; estudos em colaboração com profissionais de Educação Física; artigos originais; indexados na base SciELO; textos completos online; publicados entre janeiro/2008 e agosto/2020. Foram analisados 191 artigos. Os resultados apontaram que as pesquisas qualitativas concentram suas produções nas áreas de conhecimento sociocultural e pedagógica. Na área sociocultural foram predominantes as temáticas: esporte, práticas corporais, atividade física e exercício físico. Na área pedagógica observaram-se as temáticas: formação inicial; formação continuada; formação de treinadores; formação de pesquisadores; educação básica. Conclui-se que os estudos qualitativos em Educação Física se concentram apenas nas áreas sociocultural e pedagógica, com temáticas diversificadas, mas dentro da especificidade das áreas de conhecimento, para atender à Educação Física.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALMEIDA, Felipe Quintão de. As ciências humanas e sociais na pesquisa em Educação Física...interpretações, estórias. Revista da Alesde, v. 9, n. 1, p. 1-14, set. 2018. Disponível em: https://revistas.ufpr.br/alesde/article/view/61089/35958. Acesso em: 8 set. 2021.

ALMEIDA, Felipe Quintao de; BRACHT, Valter; VAZ. Classificações epistemológicas na Educação Física...redescrições. Movimento, v. 18, n. 4, p. 241-263, out./dez. 2012. Disponível em: https://doi.org/10.22456/1982-8918.27727. Acesso em: 20 jan. 2018

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70, 1977.

BARROS, Mauro Virgílio Gomes de et al. Programa associado de Pós-graduação em Educação Física UPE/UFPB. Revista Brasileira de Atividade Física & Saúde, v. 15, n. 3, p. 176-179, 2010. Disponível em: https://rbafs.org.br/RBAFS/article/view/723/730. Acesso em: 20 jan. 2020.

BOURDIEU, Pierre. O campo científico. In: ORTIZ, Renato (org.). Bourdieu: Sociologia. São Paulo, SP: Ática, 1983. p. 122-155 (Coleção Grandes Cientistas Sociais, v. 39)

BRACHT, Valter. Educação Física: a busca da autonomia pedagógica. Journal of Physical Education, n. 1, p. 28-33, 1989.

BRACHT, Valter. A constituição das teorias pedagógicas da educação física. Cadernos Cedes. v. 29, n. 48, p. 69-88, ago. 1999.

BRACHT, Valter. Desafios e dilemas da pós-gradução em educação física: conhecimento e especificidade. In: RECHIA, Simone et al. (org.). Dilemas e desafios da pós-graduação em educação física. Ijuí - RS: Unijuí, 2015. v. 1, p. 109-123.

BRACHT, Valter. Educação Física e Ciência: cenas de um casamento (in)feliz. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, v. 22, n. 1, p. 53-63, set. 2000. Disponível em: http://revista.cbce.org.br/index.php/RBCE/article/view/753/427. Acesso em: 11 jun. 2017.

BRASIL. Decreto Nº 6.096, de 24 de abril de 2007. Institui o Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais – REUNI. Presidência da República. Casa Civil. Subchefia de Assuntos Jurídicos. [2007]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2007/decreto/d6096.htm. Acesso em: 18 mai. 2020

BRASIL. Conselho Nacional de Educação. Resolução CNE/CP 2, de 20 de dezembro de 2019. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação Inicial de Professores para a Educação Básica e Base Nacional Comum para a Formação Inicial de Professores da Educação Básica. Diário Oficial da União, seção 1, p. 46 - 49, 20 dez. 2019.

CASTRO, Pedro Henrique Zubcich Caiado de; SILVA, Alan Camargo; LÜDORF, Sílvia Maria Agatti. Dissertações e teses em Educação Física: uma investigação sobre abordagens metodológicas. Movimento, v. 25, e25013, jan./dez. 2019. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/Movimento/article/view/82495/52820. Acesso em: 20 fev. 2020.

CASTRO, Pedro Henrique Zubcich Caiado de; SILVA, Alan Camargo; SILVA, Luis Aureliano Imbiriba; LÜDORF, Sílvia Maria Agatti. A produção científica em Educação Física de 2001 a 2010: caminhos da construção de um campo. Movimento, v. 23, n. 3, p. 869-882, jul./set. 2017. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/Movimento/article/view/64610/43871. Acesso em: 20 fev 2020.

CBCE. Educação física escolar frente à LDB e aos PCNs: profissionais analisam renovações, modismos e interesses. Ijuí: Sedigraf, 1997.

CHIZZOTTI, Antônio. A pesquisa qualitativa em ciências humanas e sociais: evolução e desafios. Revista Portuguesa de Educação, v. 16, n. 2, p. 221- 236, 2003. Disponível em: https://www.redalyc.org/articulo.oa?id=37416210. Acesso em: 22 abr. 2020.

CORRÊA, Marluce Raquel Decian; CORRÊA, Leandro Quadro; RIGO, Luiz Carlos. A pós-graduação na educação física brasileira: condições e possibilidades das subáreas sociocultural e pedagógica. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, v. 41, n. 4, p. 359-366, out./dez. 2019. Disponível em: https://doi.org/10.1016/j.rbce.2018.03.009. Acesso em: 22 abr. 2020.

COSTA, Marcelo; ALMEIDA, Felipe Quintão de. A Educação Física e a “virada culturalista” do campo: um olhar a partir de Valter Bracht e Mauro Betti. Revista Corpoconsciência, v. 22, n. 1. p. 1-12, jan./abr. 2018. Disponível em: https://periodicoscientificos.ufmt.br/ojs/index.php/corpoconsciencia/article/download/5222/4028. Acesso em: 20 dez. 2018.

CRESWELL, John W. Projeto de pesquisa: métodos quantitativo, qualitativo e misto. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2007.

DAOLIO, Jocimar; VELOZO, Emerson Luís. A técnica esportiva como construção cultural: implicações para a pedagogia do esporte. Pensar a prática, v. 11, n. 1, p. 9-16, 2008.

DEMO, Pedro. Metodologia científica em Ciências Sociais. 3. ed. São Paulo: Atlas, 1995.

FICHTER FILHO, Gustavo Adolf; OLIVEIRA, Breynner Ricardo de; COELHO, Jianne Inês Fialho. A trajetória das diretrizes curriculares nacionais para a formação docente no Brasil: uma análise dos textos oficiais. RIAEE - Revista Ibero-Americana de Estudos em Educação, v. 16, n. esp. 1, p. 940-956, mar. 2021. Disponível em: https://periodicos.fclar.unesp.br/iberoamericana/article/view/14930. Acesso em: 8 set. 2021.

GAYA, Adroaldo César Araújo. As ciências do desporto nos países de língua portuguesa: uma abordagem epistemológica. 194f. Tese (Doutorado em Ciências do Desporto) - Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física, Universidade do Porto - Porto, 1994. Disponível em: https://lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/23678/000205412.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 12 mar. 2019.

GAYA, Adroaldo César Araújo. Ciências do Movimento Humano: introdução à metodologia de pesquisa. Porto Alegre: Artmed, 2008.

GENTILI, Pablo; SILVA, Tomaz Tadeu. Escola S.A.: quem ganha e quem perde no mercado educacional do neoliberalismo. Brasília: CNTE, 1996.

HALLAL, Pedro Cury; KNUTH Alan Goularte. Epidemiologia da atividade física e a aproximação necessária com as pesquisas qualitativas. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, v. 33, n. 1, p. 181-192, jan./mar. 2011.

KUNZ, Elenor. Transformação didático-pedagógica do esporte. Ijuí: Ed. Unijuí, 1994.

LUDKE, Menga; ANDRÉ, Marli E. D. A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: EPR, 1986.

MANOEL, Edson de Jesus; CARVALHO, Yara Maria de. Pós-graduação na educação física brasileira: a atração (fatal) para a biodinâmica. Educação e Pesquisa, v. 37, n. 2, p. 389-406, mai./ago. 2011. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/ep/article/view/28291. Acesso em: 10 jan. 2021.

MENDES, Maria Isabel Brandão de Souza et al. Em pauta a produção do Grupo de Trabalho Temático Atividade Física e Saúde do Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte (1997-2011). Revista Brasileira de Ciências do Esporte, v. 39, n. 1, p. 17-23. jan./mar. 2017. Disponível em: http://revista.cbce.org.br/index.php/RBCE/article/view/2320. Acesso em: 11 abr. 2020 .

MINAYO, Maria Cecília de Souza. O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. São Paulo: HUCITEC, 1992.

MINAYO, Maria Cecília de Souza; DESLANDES, Suely Ferreira. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. 25. ed. Petrópolis: Vozes, 2007. 108p.

MOGALAKUE, Monageng. The use of documentary research methods in social research. African Sociological Review, v. 10, n.1, p. 221-230, 2006.

MORAES, Ivan Furegato Moraes; AMARAL, Cecília Mendes dos Santos; BASTOS, Flávia da Cunha. Teses de doutorado em gestão do esporte no Brasil: uma revisão integrativa metodológica. Movimento, v. 27, e27012, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.22456/1982-8918.103915. Acesso em: 25 mar. 2021

ORLANDI, Eni Pucinelli. Análise de discurso: princípios e procedimentos. São Paulo: Pontes, 1999.

ROJO, Jeferson Roberto; MEZZADRI, Fernando Marinho; SILVA, Marcelo Moraes. A produção do conhecimento sobre políticas públicas para o esporte e lazer no Brasil: uma análise dos pesquisadores e instituições. PODIUM Sport, Leisure and Tourism Review, v. 8, n. 1, p. 128-139, jan./abr. 2019. Disponível em: https://periodicos.uninove.br/podium/article/view/12939/6394. Acesso em: 22 jan. 2021.

ROSA, Suely; LETA, Jaqueline. Tendências atuais da pesquisa brasileira em Educação Física: parte 1: uma análise a partir de periódicos nacionais. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, v. 24, n. 1, p. 121-134. Rio de Janeiro, 2010. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rbefe/article/view/16752/18465. Acesso em: 10 set. 2020.

ROSA, Suely; LETA, Jaqueline. Tendências atuais da pesquisa brasileira em Educação Física. Parte 2: a heterogeneidade epistemológica nos programas de pós-graduação. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, v. 25, n. 1, p. 7-18. Rio de Janeiro, 2011. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rbefe/article/view/16791/18504. Acesso em: 10 set. 2020.

SILVA, Cinthia Lopes; VELOZO, Emerson Luiz; RODRIGUES JUNIOR, José Carlos. Pesquisa qualitativa em Educação Física: possibilidades de construção de conhecimento a partir do referencial cultural. Educação em Revista, n. 8, p. 37-60, dez. 2008.

SILVA, Regis Henrique Reis da; GAMBOA, Silvio Sanchéz. Do esquema paradigmático à matriz epistemológica: sistematizando novos níveis de análise. Educação Temática Digital, v. 16 n. 1 p. 48-66 jan./abr. 2014. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/etd/article/view/1329/pdf. Acesso em: 22 jan. 2021.

SOUZA E SILVA, Rossana Valeria. Pesquisa em educação física: determinações históricas e implicações epistemológicas. 1997. 279 f. Tese (Doutorado em Educação) - Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, 1997. Disponível em: https://acervus.unicamp.br/index.html. Acesso em: 18 maio 2019.

THIOLLENT, Michel. Metodologia da Pesquisa-ação. São Paulo: Cortez, 1986.

THOMAS, Jerry R.; NELSON, Jack K.; SILVERMAN, Stephen J. Métodos de pesquisa em atividade física. 6. ed. Porto Alegre: Artmed, 2012.

VARANDA, Sarai Schmidt; BENITES, Larissa Cerignoni; SOUZA NETO, Samuel de. O processo de validação de instrumentos em uma pesquisa qualitativa em Educação Física. Motrivivência, v. 31, n. 57, p. 1-15, jan./mar. 2019. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/motrivivencia/article/view/2175-8042.2019e53877/39014. Acesso em: 11 mai. 2020.

Publicado

2022-07-23

Como Citar

SILVA, S. S.; SOUZA, C. T.; BARROS, M. M. G.; SANTOS, A. R. M.; GEHRES, A. F. Produção do conhecimento em Educação Física nas pesquisas com abordagens qualitativas: áreas de conhecimento e temáticas. Movimento, [S. l.], v. 28, p. e28033, 2022. DOI: 10.22456/1982-8918.118375. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/118375. Acesso em: 2 mar. 2024.

Edição

Seção

Artigos Originais

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.