Perfil de produção acadêmica dos programas brasileiros de pós-graduação em Ciência da Computação nos triênios 2004-2006 e 2007-2009

Autores

  • Jesús P. Mena-Chalco Universidade Federal do ABC - UFABC
  • Luciano A. Digiampietri Universidade de São Paulo
  • Leonardo B. Oliveira Universidade Federal de Minas Gerais

Palavras-chave:

Comunicação científica. Ciência da computação. Programas de pós-graduação.

Resumo

A área de Ciência da Computação tem se caracterizado por ser relativamente nova e dinâmica, atuando de forma interdisciplinar com diferentes áreas do conhecimento. No Brasil, existem atualmente mais de 45 programas acadêmicos de pós-graduação nesta área. Ao analisarmos tais programas, verifica-se um rápido crescimento em termos de produção bibliográfica e formação acadêmica. Este trabalho apresenta uma descrição do perfil/forma de produção acadêmica dos Programas de Ciência da Computação avaliados pela CAPES nos triênios 2004-2006 e 2007-2009. Como resultado da análise do perfil podemos destacar que a área de Computação Brasileira se caracteriza por: (i) publicar preferencialmente trabalhos completos em anais de congressos (aproximadamente 54%), seguido de artigos completos em periódicos (aproximadamente 14%), e (ii) orientar dissertações de mestrado, e trabalhos de conclusão de curso de graduação (ambas de aproximadamente 30%), seguido de iniciação científica (aproximadamente 21%).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jesús P. Mena-Chalco, Universidade Federal do ABC - UFABC

Jesús possui graduação em Engenharia de Sistemas pela Universidade Nacional de San Agustín (2000), mestrado (2005), doutorado (2010) e pós-doutorado (2012) em Ciência da Computação pela Universidade de São Paulo. Atualmente é professor adjunto do Centro de Matemática, Computação e Cognição da Universidade Federal do ABC. Atua na área de Ciência da Computação, com ênfase nos seguintes temas: Visão Computacional, Reconhecimento de Padrões, Prospecção de dados acadêmicos (bibliometria), Cientometria.

Luciano A. Digiampietri, Universidade de São Paulo

Luciano possui graduação em Ciência da Computação pela Universidade Estadual de Campinas (2002) e doutorado em Ciência da Computação pela Universidade Estadual de Campinas (2007). Desde abril de 2008 é professor pesquisador no Bacharelado em Sistemas de Informação na Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo (EACH-USP). Tem experiência na área de Ciência da Computação, com ênfase em Biologia Computacional, Bancos de Dados e Inteligência Artificial, atuando principalmente nos seguintes temas: workflows científicos, bioinformática, proveniência de dados, composição automática de serviços, rastreabilidade de experimentos e algoritmos.

Leonardo B. Oliveira, Universidade Federal de Minas Gerais

Leonardo é Professor Adjunto do Departamento de Ciência da Computação da UFMG. Ele é bacharel (UFMG), mestre (UFMG), doutor (Unicamp) em Ciência da Computação. Realizou parte do seu doutorado na Dublin City University e no Information Security Group da Universidade de Londres. Trabalhou como Professor Pleno da Faculdade de Tecnologia da Unicamp. Já foi agraciado com os prêmios IEEE Young Professional Award e Microsoft PhD Fellowship Award. Possui dezenas de trabalhos científicos publicados. Seus principais interesses de pesquisa estão nas áreas de segurança e criptografia aplicada à Computação Ubíqua.

Downloads

Publicado

2013-01-10

Como Citar

MENA-CHALCO, J. P.; DIGIAMPIETRI, L. A.; OLIVEIRA, L. B. Perfil de produção acadêmica dos programas brasileiros de pós-graduação em Ciência da Computação nos triênios 2004-2006 e 2007-2009. Em Questão, Porto Alegre, v. 18, n. 3, p. 215–229, 2013. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/33289. Acesso em: 15 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigo

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)