IDENTIDADE ESPORTIVA NO CHILE: UM PROCESSO SOCIOCULTURAL E MATERIAL MARCADO PELO ESTADO E PELO NEOLIBERALISMO.

Rodrigo Andres Soto Lagos, Mauro Navarrete Jerez, Solange Freire Arancibia, Carolina Cortés Varas

Resumo


A construção da identidade dos atletas é um tema de interesse no campo dos estudos socioculturais do esporte. O objetivo deste estudo foi analisar a identidade esportiva do atleta chileno para compreender melhor este tópico. O tipo de estudo foi qualitativo, por meio de 17 entrevistas semiestruturadas com atletas de alto desempenho e recreativos nas modalidades convencional e adaptada. Os resultados mostram que existem duas categorias para construir a identidade esportiva chilena: condições socioculturais e condições materiais, marcadas por construir histórias alternativas para contestar o individualismo e a competição como valores presentes no esporte chileno.

 


Palavras-chave


Identificação social. Esportes. Atletas. Estado.



DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.100538

Direitos autorais 2020 Movimento (ESEFID/UFRGS)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment