Oswald de Andrade: poesia e psicanálise / Oswald de Andrade: poetry and psychoanalysis

Autores

  • Andréia Proença Machado PPGPSI/UFRGS
  • Edson Luiz Andre de Sousa

DOI:

https://doi.org/10.22456/2238-152X.53739

Palavras-chave:

Oswald de Andrade, poesia, psicanálise, utopia.

Resumo

Resumo

Oswald de Andrade, importante artista do Modernismo brasileiro, fez de sua poesia e do seu pensamento inventivo o caminho para denunciar a massificação das idéias vigentes em sua época e a importância da crítica no processo de transformação social. A radicalidade da poesia de Oswald de Andrade é fator de certo estranhamento até os dias atuais, o que nos leva a uma interlocução com a psicanálise, através do texto O Estranho (1919), de Sigmund Freud. Esse estranhamento frente ao que não encontra uma resposta imediata é a chave para abrirmos interrogações sobre a massificação dos modos de sentir e de viver.

Palavras-chave: Oswald de Andrade; poesia; psicanálise; utopia.

 

Abstract

The important Brazilian Modernist artist Oswald de Andrade used his poetry and in­ventive thought to denounce the mass vulgarisation of the ideas of his time and to proclaim the importance of critique within the process of social transformation. The radicalism of Oswald de Andrade's poetry evinces to this day a certain alienating effect which compels us to confer with psychoanalysis and its articulation of the Freud’s text, The Stranger (1919). The estrangement which does not offer an immediate answer is the key to further questioning the mass vulgarisation of modes of feeling and living.

Keywords: Oswald de Andrade; Poetry; Psychoanalysis; Utopia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andréia Proença Machado, PPGPSI/UFRGS

psicanalista, mestre PPGPSI/UFRGS

Downloads

Publicado

2015-09-29

Como Citar

Machado, A. P., & Sousa, E. L. A. de. (2015). Oswald de Andrade: poesia e psicanálise / Oswald de Andrade: poetry and psychoanalysis. Revista Polis E Psique, 5(3), 119–134. https://doi.org/10.22456/2238-152X.53739

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)