Formação em Psicologia e Políticas Públicas: Estágio no PIM-PIA

Autores

  • Lutiane de Lara UFRGS
  • Daniel Dall'Igna Ecker PUCRS

DOI:

https://doi.org/10.22456/2238-152X.38169

Palavras-chave:

Psicologia Comunitária, Políticas Públicas, Formação do Psicólogo.

Resumo

Este artigo é um relato de experiência do estágio supervisionado em Psicologia Comunitária no Programa Primeira Infância Melhor – Porto Infância Alegre (PIM-PIA) que atende gestantes e crianças de zero a seis anos em situação de vulnerabilidade social. A intervenção teve como foco trabalhar o vínculo entre a gestante, a criança e a família orientando quanto aos cuidados biopsicossociais. As atividades foram realizadas nos domicílios das famílias, na associação de moradores e em uma casa de cuidadora. Neste relato, discutimos a formação do estudante de Psicologia para atuar na área das políticas públicas. Nesse processo, o estágio permitiu a reflexão sobre as lacunas presentes na formação em Psicologia, especialmente, quando nos referimos sobre a construção de profissionais para atuar no campo das políticas públicas e no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS).

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lutiane de Lara, UFRGS

Doutoranda em Psicologia Social e Institucional no PPGPSI da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Núcleo e-politcs (Estudos em Políticas e Tecnologias Contemporâneas de Subjetivação). Conselheira do CRPRS Gestão Composição (2010/2013).

Daniel Dall'Igna Ecker, PUCRS

Bolsista do Programa de Educação Tutorial (PET) do Ministério da Educação (MEC/SESu) da Faculdade de psicologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Downloads

Publicado

2013-07-19

Como Citar

Lara, L. de, & Ecker, D. D. (2013). Formação em Psicologia e Políticas Públicas: Estágio no PIM-PIA. Revista Polis E Psique, 3(1), 158. https://doi.org/10.22456/2238-152X.38169

Edição

Seção

Relato de Experiência

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)