EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR: A AÇÃO PEDAGÓGICA E SUA LEGITIMAÇÃO ENQUANTO PRÁTICA SOCIAL NA ESCOLA ITINERANTE DO MST

Autores

  • Gabriela Machado Ribeiro UFSM
  • Elizara Carolina Marin Universidade Federal de Santa Maria

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.6181

Palavras-chave:

Educação Física. Educação da população. Assentamentos rurais. Condições sociais.

Resumo

Este artigo apresenta a pesquisa que investigou a ação pedagógica nas aulas de Educação Física e sua legitimação enquanto prática social na Escola Itinerante Filhos de Deus, do Acampamento 08 de Março, no município de Tupanciretã, Rio Grande do Sul (RS). Trata-se de uma pesquisa qualitativa, desenvolvida por meio de entrevistas e observações. Os resultados da pesquisa desvelam que os conteúdos desenvolvidos na Educação Física na Escola Itinerante vêm atribuindo um viés de criticidade ao serem problematizados pelos educadores, todavia, estando a escola inserida no sistema que escraviza, excluí, expropria, vivencia constantes conflitos com a construção desses horizontes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gabriela Machado Ribeiro, UFSM

Pedagoga, academica do curso de Educação Físca Licenciatura (UFSM), Especialista em Educação Física Escolar (UFSM)

Elizara Carolina Marin, Universidade Federal de Santa Maria

É pesquisadora da Universidade do Vale do Rio dos Sinos e professora adjunto da Universidade Federal de Santa Maria. Tem experiência na área de Educação Física, atuando principalmente nos seguintes temas: lazer, mídia e formação de professores. Atualmente é coordenadora do Grupo de Pesquisa em Lazer e Formação de Professores

Publicado

2010-01-06

Como Citar

RIBEIRO, G. M.; MARIN, E. C. EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR: A AÇÃO PEDAGÓGICA E SUA LEGITIMAÇÃO ENQUANTO PRÁTICA SOCIAL NA ESCOLA ITINERANTE DO MST. Movimento, [S. l.], v. 15, n. 4, p. 63–82, 2010. DOI: 10.22456/1982-8918.6181. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/6181. Acesso em: 25 jun. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais