DO CHOQUE COM A REALIDADE À ESTABILIZAÇÃO: JUSTIFICATIVAS PARA AS INTERVENÇÕES DA EDUCAÇÃO FÍSICA NOS CENTROS DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL DE GOIÂNIA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.105151

Palavras-chave:

Saúde mental. Educação Física e treinamento. Trabalho. Área de atuação profissional.

Resumo

Este artigo analisa as justificativas das intervenções relacionadas com o núcleo da Educação Física relatadas por professores que trabalham nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) de Goiânia. Trata-se de um estudo de abordagem qualitativa em que foram realizadas entrevistas semiestruturadas com 18 professores que trabalhavam nestes serviços. Para a análise dos dados foram utilizados procedimentos de análise de conteúdo. Os resultados indicaram que ao iniciarem seus trabalhos nos CAPS os professores dão sequência às atividades já existentes ou constroem propostas a partir das condições estruturais presentes. Na fase da estabilização e consolidação, estruturam suas ações com melhor fundamentação teórica e com maior interlocução com as necessidades dos usuários identificadas pela equipe ou por eles mesmos. Nesta fase, o professor se percebe integrado com a equipe e passa a ser mais reconhecido pelos outros profissionais.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-12-30

Como Citar

FURTADO, R. P.; SOUSA, M. F. de; OLIVEIRA, M. F. M. de; FURTADO, P. S. V.; PASQUIM, H. M.; NEVES, R. L. de R. DO CHOQUE COM A REALIDADE À ESTABILIZAÇÃO: JUSTIFICATIVAS PARA AS INTERVENÇÕES DA EDUCAÇÃO FÍSICA NOS CENTROS DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL DE GOIÂNIA. Movimento, [S. l.], v. 26, p. e26099, 2020. DOI: 10.22456/1982-8918.105151. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/105151. Acesso em: 1 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais