Princípios para análise do uso de sistemas de informação: proposta baseada nos estudos de redes conceituais

Autores

  • Arnaldo Alves Ferreira Júnior Universidade Federal de Goiás
  • Marcelo dos Santos Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.19132/1808-5245261.278-303

Palavras-chave:

Uso de informação. Comportamentos de busca e uso de informação. Sistemas de informação. Interação Humano Computador. Estudos de redes.

Resumo

Há anos, os estudos e avaliações de uso de produtos e/ou serviços disponibilizados em ambientes digitais ganharam importância, objetivando a produção de soluções que ofereçam facilidade de uso e experiências agradáveis aos seus usuários. Ocorre, entretanto, que os usuários compreendem o mundo de maneira diferente e, consequentemente, suas necessidades de informação também são diferentes. Assim, partindo dessa premissa, o principal objetivo desta pesquisa foi buscar a identificação e caracterização de princípios norteadores para análise do uso de sistemas de informação em ambientes digitais. A pesquisa foi conduzida com base nos estudos de redes de relacionamentos conceituais. Para tanto, utilizou-se uma infraestrutura (framework) conceitual e, a partir das formas e comportamentos apresentados pelas conexões conceituais, foram observados e extraídos princípios para análise de uso dos sistemas de informação. Trata-se, portanto, de uma pesquisa qualitativa, baseada no Método Bibliográfico e Levantamento (survey) em fóruns eletrônicos de discussão e, de modo complementar às análises, foram utilizados métodos, técnicas e medidas dos estudos de redes para identificação e caracterização dos princípios para avaliação de sistemas de informação. Como resultado, destaca-se que os princípios identificados representam elementos norteadores para a composição de parâmetros e criação de procedimentos que auxiliam na análise dos usos de sistemas de informação em geral. Não se trata de substituição dos métodos e técnicas amplamente utilizados nas áreas de Interação Humano Computador (IHC), Usabilidade, Análise de Sistemas e/ou Engenharia de Requisitos; contudo, os referidos princípios representam contribuições ao estudo das interações entre pessoas e sistemas de informação, considerando-se os relacionamentos entre os conceitos que essas pessoas ativam e/ou mobilizam para interpretar esses contextos de uso.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Arnaldo Alves Ferreira Júnior, Universidade Federal de Goiás

Doutor em Ciência da Informação. Professor Ajunto do Curso de Gestão da Informação da Universidade Federal de Goiás.

Marcelo dos Santos, Universidade de São Paulo

Doutor em Engenharia Elétrica. Docente do Programa de Pós Graduação em Ciência da Informação da Universidade de São Paulo.

Downloads

Publicado

2020-01-01

Como Citar

FERREIRA JÚNIOR, A. A.; DOS SANTOS, M. Princípios para análise do uso de sistemas de informação: proposta baseada nos estudos de redes conceituais. Em Questão, Porto Alegre, v. 26, n. 1, p. 278–303, 2020. DOI: 10.19132/1808-5245261.278-303. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/87535. Acesso em: 8 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos