Aproveitamento de água pluvial para usos não potáveis em instituição de ensino: estudo de caso em Florianópolis – SC

Ana Kelly Marinoski, Enedir Ghisi

Resumo


Este trabalho verifica analisa a viabilidade econômica de implantação de um sistema de aproveitamento de água pluvial para usos não potáveis em uma escola localizada em Florianópolis. Primeiramente, foram realizados levantamentos de dados da população que ocupa o prédio, medições de vazão dos aparelhos sanitários existentes e faturas de consumos de água. Por meio de entrevistas com amostras de usuários, verificou-se a freqüência e o tempo médio de utilização dos aparelhos, bem como quais são as principais atividades que consomem água. Esses levantamentos possibilitaram estimar os usos finais de água e também o consumo médio diário e o consumo per capita. Com base nos resultados obtidos e com o auxílio do programa computacional Netuno, foram determinados os volumes dos reservatórios de água pluvial. Todas essas etapas foram necessárias para a avaliação do potencial de economia de água potável, que resultou em 45,9%. Mediante uma pesquisa de mercado, foram levantados os custos relativos à implantação do sistema, orçado em R$ 17.615,56. O período de retorno do investimento foi de 4 anos e 10 meses. Assim, constatou-se que a implantação de um sistema de aproveitamento de água pluvial no local do estudo mostrou-se economicamente viável para a escola estudada, pois, além de apresentar um período de retorno do investimento relativamente curto, proporciona grande potencial de economia de água potável.

Palavras-chave


Edificações escolares; Usos finais de água; Água pluvial.

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2016 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: