Análise da eficiência energética da envoltória de um projeto padrão de uma agência bancária em diferentes zonas bioclimáticas brasileiras

Eduardo Leite Krüger, Fabiano Mori

Resumo


Este trabalho analisou e classificou o desempenho energético da envoltória de um projeto padrão de uma agência bancária por meio de parâmetros do Método Prescritivo do Regulamento Técnico da Qualidade do Nível de Eficiência Energética de Edifícios Comerciais, de Serviços e Públicos (RTQ-C), em diferentes zonas bioclimáticas brasileiras (ZB’s). Nas situações em que o edifício apresentou oportunidades de melhoria, foram testadas estratégias bioclimáticas em relação às aberturas envidraçadas, tais como sombreamentos (AVS e AHS) e fator solar dos vidros (FS). Em apenas seis situações verificou-se que a envoltória do projeto padrão original não atingiu o nível “A”. Para esses casos, foram alterados fatores relacionados a AVS, AHS e FS nas equações do Método Prescritivo para obtenção de um valor do indicador de consumo da envoltória (ICenv) que a classificasse com o nível “A”. Para avaliar o potencial de economia de energia elétrica do sistema de ar condicionado com as alterações propostas, foi realizada a simulação computacional com o programa EnergyPlus considerando o projeto original e o projeto otimizado. Os resultados da simulação mostraram que é possível uma economia de até 26,0% no consumo de energia elétrica para o projeto otimizado com a fachada principal orientada para o Oeste na cidade de Curitiba/PR (ZB-1). Para a implantação da agência com a fachada principal para o Oeste na cidade de Brasília/DF (ZB-4), a simulação apontou uma economia de até 30,5% com a alteração do FS dos vidros. Para a cidade de Cuiabá/MT (ZB-7), as alterações das variáveis na equação do Método Prescritivo apontaram possibilidades de redução do consumo apenas para modificações no fator AVS, sendo esta de 0,7% (fachada Sul), 2,8% (fachada Leste) e 3,9% (fachada norte).


Palavras-chave


Eficiência Energética em Edificações; Arquitetura Bioclimática; Simulação Termoenergética

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2016 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: