MULHERES E FUTEBOL NO BRASIL: DESCONTINUIDADES, RESISTÊNCIAS E RESILIÊNCIAS

Autores

  • Silvana Vilodre Goellner Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança, Porto Alegre, RS https://orcid.org/0000-0002-1990-665X

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.110157

Palavras-chave:

Mulheres. Futebol. História.

Resumo

Este texto tem como objetivo apresentar o dossiê temático que analisa a presença das mulheres no futebol. Para tanto, contempla uma breve contextualização sobre a modalidade no contexto brasileiro, conferindo ênfase ao protagonismo das mulheres que, em diferentes tempos e espaços, elaboraram estratégias para viver o futebol. Evidencia ainda que sua prática é profundamente atravessada pelas questões de gênero, o que pode ser identificado nos demais textos que integram o dossiê e que revelam, de modo indelével, que este atravessamento é transnacional.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Silvana Vilodre Goellner, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança, Porto Alegre, RS

Licenciada em Educação Física pela UFSM, mestre em Ciências do Movimento Humano pela UFRGS e doutora em Educação pela UNICAMP. Professora na graduação e pós-graduação do Curso de Educação Física da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Ex-coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Ciências do Movimento Humano (UFRGS) no príodo 2006-2008. Coordena o Centro de Memória do Esporte da ESEF/UFRGS e o GRECCO - Grupo de Estudos sobre Cultura e Corpo. Compõe a coordenadoria do Núcleo da Rede CEDES na UFRGS. Ex-Editora da Revista Brasileira de Ciências do Esporte (RBCE), periódico do Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte ((2005-2007) e da Revista Movimento. Membro do IASI (International Association of Sport Documentation). Tem experiência na área de educação física, com ênfase em educação e gênero atuando principalmente nos seguintes temas: corpo, gênero, história do corpo e da educação física e esportes, documentação e informação e memória. (06/08/2006) (09/08/2006)

Publicado

2021-01-18

Como Citar

GOELLNER, S. V. MULHERES E FUTEBOL NO BRASIL: DESCONTINUIDADES, RESISTÊNCIAS E RESILIÊNCIAS. Movimento, [S. l.], v. 27, p. e27001, 2021. DOI: 10.22456/1982-8918.110157. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/110157. Acesso em: 28 jun. 2022.

Edição

Seção

Em foco