Painéis aglomerados fabricados com mistura de partículas de madeiras tropicais

Wilson Henrique Negrão, Sérgio Augusto Mello da Silva, André Luis Christoforo, Francisco Antonio Rocco Lahr

Resumo


O presente trabalho tem como objetivo investigar a influência do uso de três tipos de adesivo – resina poliuretana bicomponente derivada de mamona, ureia-formaldeído e Purbond – nas propriedades físicas (densidade aparente, teor de umidade, inchamento em espessura em 2 e em 24 h) e mecânicas (módulo de elasticidade e módulo de ruptura na flexão estática; resistência à tração perpendicular às faces) de painéis de partículas aglomeradas constituídos da mistura uniforme de quatro espécies de madeiras tropicais: cedrinho, cordia, fícus e paineira. Foi também avaliada a relação entre a densidade aparente e a resistência à tração perpendicular dos materiais fabricados. Com base em análises estatísticas, constatou-se que os melhores resultados das propriedades físicas foram obtidos com os materiais fabricados com o adesivo à base de mamona. Os materiais elaborados com resina ureia-formaldeído e Purbond apresentaram os melhores resultados para o módulo de elasticidade na flexão, e os fabricados apenas com ureia-formaldeído, os maiores valores do módulo de ruptura na flexão. Os compostos elaborados com a resina Purbond apresentaram os melhores resultados para a resistência à tração perpendicular, e, pelos resultados obtidos na análise de variância, constatou-se a validade da estimativa da resistência à tração pela densidade aparente dos painéis fabricados com o uso dos três tipos de adesivo.

Palavras-chave


Painéis de partículas; madeiras tropicais; análise de variância

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2016 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: