Usos finais de água em edifícios públicos localizados em Florianópolis, SC

Autores

  • Pauline Cristiane Kammers Universidade Federal de Santa Catarina
  • Enedir Ghisi Universidade Federal de Santa Catarina

Palavras-chave:

uso final de água, consumo de água, edifícios públicos

Resumo

Este artigo apresenta os usos finais de água estimados para dez edifícios do setor público localizados em Florianópolis, SC. Primeiramente, fez-se a estimativa dos consumos específicos de água em cada dispositivo sanitário do edifício, medindo-se a vazão deles e realizando-se entrevistas com os usuários, que relataram seus hábitos em relação ao uso da água nos edifícios. Com base nestes dados foi possível estimar o consumo total de água e compará-lo ao consumo fornecido pela concessionária, obtendo-se os usos finais de água. Para corrigir eventuais distorções ocorridas no consumo estimado, fez-se uma análise de sensibilidade sobre os dados obtidos nas entrevistas e também se verificou a presença de vazamentos nos edifícios. Nos dez edifícios estudados, percebeu-se predominância de maior consumo de água em vasos sanitários e mictórios, variando a soma dos consumos para esses dispositivos entre 44,3% e 84,3%, com média de 72,1%. Esses dados indicam a possibilidade de utilização de água pluvial ou de reuso de águas cinzas nos edifícios, pois os pontos de maior consumo de água (vaso sanitário e mictório) não necessitam, obrigatoriamente, de água potável.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2008-04-24