A influência de microfibras de celulose no estado fresco de argamassas

Autores

Palavras-chave:

Palavras-cha 1. Argamassa 2. Microfibra de celulose 3. Estado fresco

Resumo

A partir de novas tecnologias como a adição de microfibras de celulose nas argamassas, pode-se obter uma melhoria do desempenho de revestimentos no estado plástico, principalmente porque as microfibras apresentam características hidrofílicas. Contudo, as características físicas e químicas dessas adições, bem como a concentração empregada nas misturas, devem ser controladas para manter um comportamento adequado para as argamassas. O presente trabalho objetivou avaliar a influência da inserção de microfibras de celulose no teor de ar, na retenção de água e na reologia de argamassas. Foram empregados três tipos de microfibras em três teores. Os resultados mostraram que as adições alteraram as características dos materiais e, por isso, há um limite de inserção de microfibra e que é importante analisar as características da microfibra, a fim de atender o desempenho ideal para cada aplicação de argamassa. 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Aline Pescarolo, Universidade Federal do Paraná

Mestranda do Progarama de pós graduação em Engenharia de Construção Civil da UFPR

Sarah Honorato Lopes da Silva, Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)

Profª. MSc. da coordenação de Engenharia Civil da UTFPR - Campus Apucarana

Maria Clara Cavalini Pinto, Universidade Federal do Paraná

Doutoranda do Programa de Pós Graduação em Engenharia de Construção Civil da UFPR

Marienne do Rocio de Mello Maron da Costa, Universidade Federal do Paraná

Profª. Dr. do Departamento de Contrução Civil e do programa de Pós- Graduação em Engenharia de Construção Civil da UFPR

Downloads

Publicado

2021-11-01

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)