EDUCAÇÃO FÍSICA, EDUCAÇÃO DO CORPO E PEQUENA INFÂNCIA: INTERFACES E CONTRADIÇÕES NA ROTINA DE UMA CRECHE

Autores

  • Ana Cristina Richter UDESC
  • Alexandre Fernandez Vaz UFSC

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.7565

Palavras-chave:

Educação Física. Educação infantil. Creches. Comportamento infantil. Antropologia cultural.

Resumo

Resumo: Partindo de uma etnografia em uma creche, o  trabalho trata do "lugar" da Educação Física na Educação Infantil. Este se materializa, entre outros, na busca das profissionais pela delimitação de um espaço “adequado” às aulas, o que encontra o anseio por um ambiente que evite a "dispersão", a “mistura” e que mantenha as crianças "devidamente" resguardadas. Os resultados revelam uma rotina institucional em que práticas corporais e cuidados com o corpo são protagonistas, também se traduzindo em momentos marcados por: a) castigos e ameaças, b) práticas de exclusão e preconceito, c) violência, d) controle dos gestos e padronização de movimentos.


 


Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Cristina Richter, UDESC

Possui graduação em Licenciatura em Educação Física; Mestrado em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina (2005) e Doutoranda em Educação pela Universidade Federal do Paraná. Atualmente é pesquisadora assistente do Núcleo de Estudos e Pesquisa Educação e Sociedade Contemporânea (UFSC) e professora colaboradora do Curso de Educação Física da Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC).

Alexandre Fernandez Vaz, UFSC

Doutor em Ciências Humanas e Sociais – PPGE/PPGEF/UFSC; Núcleo de Estudos e Pesquisas Educação e Sociedade Contemporânea (UFSC/CNPq); PQ CNPq Mestre em Educação – Núcleo de Estudos e Pesquisas Educação e Sociedade Contemporânea(UFSC/CNPq)

Publicado

2009-10-01

Como Citar

RICHTER, A. C.; VAZ, A. F. EDUCAÇÃO FÍSICA, EDUCAÇÃO DO CORPO E PEQUENA INFÂNCIA: INTERFACES E CONTRADIÇÕES NA ROTINA DE UMA CRECHE. Movimento, [S. l.], v. 16, n. 1, p. 53–70, 2009. DOI: 10.22456/1982-8918.7565. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/7565. Acesso em: 26 nov. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais