A desertificação midiática do jornalismo esportivo local

estudo exploratório no contexto sul-mato-grossense

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.124435

Palavras-chave:

Jornalismo, Esportes, Cultura, Sociologia

Resumo

O objetivo deste trabalho foi identificar características e tendências da cobertura noticiosa do esporte em portais de notícias online de Mato Grosso do Sul no ano de 2019. Desenvolvemos uma pesquisa descritiva e exploratória, de análise de produto midiático, com abordagem quanti-qualitativa dos dados. Mapeamos o conjunto de 698 notícias em 18 diferentes portais online da região. Os achados indicam haver um intenso processo de desertificação midiático-esportiva em Mato Grosso do Sul para além dos desertos e quase-desertos noticiosos existentes em 50% das municipalidades locais. Identificamos o empobrecimento jornalístico sobre o esporte local na abrangência geográfica das notícias, na diversidade de modalidades esportivas, na equidade de gênero, na multidimensionalidade do fenômeno esportivo, bem como nos canais informativos e fontes de informação mobilizados para a construção noticiosa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lucas Barbosa Silva, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Professor de Educação Física licenciado pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Pesquisador do Remix - Observatório de mídias, tecnologias digitais e práticas corporais.

Marcos Paulo da Silva, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Professor associado da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). Pesquisador visitante na Escola de Jornalismo da Michigan State University (Estados Unidos) com bolsa de pós-doutorado do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Doutor em Comunicação Social (2013) pela Universidade Metodista de São Paulo (UMESP) com estágio de doutorado-sanduíche (PDEE/CAPES) na Syracuse University (Estados Unidos).

Silvan Menezes dos Santos, Universidade Federal de Alagoas

Professor adjunto do Insituto de Educação Física e Esporte da Universidade Federal de Alagoas. Doutor em Educação Física pela Universidade Federal do Paraná (2018) com estágio de doutorado sanduíche no Centro Universitário Cardenal Herrera, Valência, Espanha. Coordenador do Remix - Observatório de mídias, tecnologias digitais e práticas corporais.

Referências

ABERNATHY, Penelope M. News deserts and ghost newspapers: will local news survive? Chapel Hill: University of North Carolina at Chapel Hill, 2020. Disponível em: https://www.usnewsdeserts.com/wp-content/uploads/2020/06/2020_News_Deserts_and_Ghost_Newspapers.pdf. Acesso em: 30 abr. 2022.

ALMEIDA, William Douglas de; FRANCESCHI NETO, Virgílio. Entre o direito de transmitir e o de informar. In. RUBIO, K. (ed.). Do pós ao neo Olimpismo: esporte e movimento olímpico no século XXI. São Paulo: Képos, 2019. p. 145–159.

BETTI, Mauro. Janela de vidro: esporte, televisão e educação física. Campinas: Papirus, 1998.

BETTI, Mauro. Esporte na mídia ou esporte da mídia? Motrivivência, n. 17, p. 1–3, 2001.

BORELLI, Viviane; FAUSTO NETO, Antonio. Jornalismo esportivo como construção. Cadernos de Comunicação, n. 7, p. 61–74, 2002.

BORGES, Fernando Vannier. Ao vivo direto da Rússia: a Copa do Mundo formatada para televisão. Fulia, v. 3, n. 2, 2018.

BORGES, Fernando Vannier. Os clubes de futebol e novas formas de produzir a informação desportiva. Mediapolis, n. 8, p. 119–133, 2019.

BRUM, Adriana; CAPRARO, André Mendes. Mulheres no jornalismo esportivo: uma “visão além do alcance”? Movimento, v. 21, n. 4, p. 959–971, 2015.

BUENO, Wilson da Costa. Jornal do interior: conceitos e preconceitos. In. ASSIS, Francisco de (org.). Imprensa do interior: conceitos e contextos. Chapecó: Argos, 2013. P. 45-66.

CHRISTOFOLETTI, Rogério. A crise do jornalismo tem solução? Barueri: Estação das Letras e Cores, 2019.

DEUZE, Mark; WITSCHGE, Tamara. Beyond journalism: theorizing the transformation of journalism. Journalism, v.19, n. 2, p. 165–181, 2018.

FERNANDES, Mario Luiz. A proximidade como critério de noticiabilidade: a força da notícia local. In. SILVA, Gislene; SILVA, Marcos Paulo da; FERNANDES, Mario Luiz. (ed.). Critérios de noticiabilidade: problemas conceituais e aplicações. Florianópolis: Insular, 2014. p. 139–156.

FRANDSEN, Kirsten. Sports organizations in a new wave of mediatization. Communication and Sport, v. 4, n. 4, p. 385–400, 1 jan. 2016.

GALATTI, Larissa Rafaela et al. Esporte contemporâneo: perspectivas para a compreensão do fenômeno. Corpoconsciência, v. 22, n. 3, p. 115–127, 2018.

GOELLNER, Silvana V.; KESSLER, Claudia Samuel. A sub-representação do futebol praticado por mulheres no Brasil. Revista USP, n. 117, p. 31–38, 6 ago. 2018.

JENKINS, Henry. Cultura da convergência. São Paulo: Aleph, 2009.

JOHN, V. M. Jornalismo esportivo e equidade de gênero: a ausência das mulheres como fonte de notícias na cobertura dos Jogos Olímpicos de Londres 2012. Estudos em Jornalismo e Mídia, v. 11, n. 2, p. 498–509, 30 out. 2014.

LAGE, Nilson A. Reportagem: teoria e técnica de entrevista e pesquisa jornalística. Rio de Janeiro: Record, 2005.

LISBOA, Mariana M.; MEZZAROBA, Cristiano; MUNARIM, Iracema. Jogos Pan- Americanos Rio / 2007 e a cobertura do Jornal Nacional: ênfases e representações veiculadas. In. PIRES, Giovani de Lorenzi (ed.). “Observando” o Pan Rio/2007 na mídia. Florianópolis: Tribo da Ilha, 2007. p. 47–62.

LOPES, Maria Immacolata V. Pesquisa em Comunicação. São Paulo: Loyola, 2005.

LOURENÇO, Otávio Bonjiovanne et al. A cobertura jornalística das copas de 2019 no Globoesporte.com: indícios da midiatização do futebol de mulheres. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, v. 44, p. e011321, 2022.

MARCHI JUNIOR, Wanderley. O esporte “em cena”: perspectivas históricas e interpretações conceituais para a construção de um modelo analítico. The Journal of the Latin American Socio-cultural Studies of Sport, v. 5, n. 1, p. 46–67, 2015.

MARCHI JUNIOR, Wanderley. “Sacando” o voleibol: do amadorismo a espetacularização da modalidade no Brasil (1970-2000). 2001. 267 p. Tese (Doutorado em Educação Física) - Faculdade de Educação Física, Universidade Estadual de Campinas, Campinas, SP.

MARQUES, Renato Francisco R.; GUTIERREZ, Gustavo Luis; MONTAGNER, Paulo Cesar. Novas configurações socioeconômicas do esporte na era da globalização. Revista da Educação Física/UEM, v. 20, n. 4, p. 637–648, 2009.

MEZZAROBA, Cristiano et al. Entretenimento ou informação? Uma análise da cobertura jornalística do Pan-americano de Guadalajara/2011 na Rede Record. Revista da Alesde, v. 4, n. 1, p. 4–23, 2014.

MEZZAROBA, Cristiano et al. Jogos Pan-Americanos Rio / 2007: os “locais” na mídia regional. Descrição e análise da cobertura em jornais das cinco regiões brasileiras. In. PIRES, Giovani de Lorenzi (ed.). “Observando” o Pan Rio/2007 na mídia. Florianópolis: Tribo da Ilha, 2009. p. 29– 45.

MEZZAROBA, Cristiano et al. O papel da mídia sergipana nas estratégias de agendamento na mobilização da dialética global-local a partir de uma situação concreta: as Olimpíadas/2012. Motrivivência, v. 27, n. 44, p. 64–78, 2015.

MEZZAROBA, Cristiano; PIRES, Giovani de Lorenzi. Breve panorama histórico do voleibol: do seu surgimento à espetacularização esportiva. Atividade Física, Lazer e Qualidade de Vida: Revista de Educação Física, v. 2, n. 2, p. 3–19, 2011.

MORAES, Dênis de. O planeta mídia: tendências da comunicação na era global. Campo Grande: Letra Livre, 1998.

NÚCLEO DE INFORMAÇÃO E COORDENAÇÃO DO PONTO BR. TIC domicílios: Pesquisa sobre o uso das tecnologias de informação e comunicação nos domicílios brasileiros 2018. São Paulo: CGI Brasil, 2019. Disponível em: https://www.nic.br/media/docs/publicacoes/2/12225320191028-tic_dom_2018_livro_eletronico.pdf. Acesso em: 31 ago. 2022.

PADEIRO, Carlos Henrique de S. O predomínio do entretenimento no jornalismo esportivo para promoção de grandes eventos: o Globo Esporte/SP e o Caderno de Esportes. Leituras do Jornalismo, v. 2, n. 4, p. 166–180, 2015.

PERUZZO, Cicilia M. K. Mídia regional e local: aspectos conceituais e tendências. Comunicação & Sociedade, v. 26, n. 43, p. 67–84, 2005.

PIRES, Giovani de Lorenzi. A Educação Física e o discurso midiático: abordagem crítico-emancipatória. Ijuí: Unijuí, 2002.

PIRES, Giovani de Lorenzi; LAZZAROTTI FILHO, Ari; LISBÔA, Mariana M. Educação Física, mídia e tecnologias – incursões, pesquisa e perspectivas. Kinesis, v. 30, n. 1, p. 55–79, 2012.

PNUD - PROGRAMA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O DESENVOLVIMENTO. Relatório de Desenvolvimento Humano Nacional - Movimento é Vida: Atividades Físicas e Esportivas para Todas as Pessoas. Brasília: PNUD, 2017. Disponível em: http://www.each.usp.br/gepaf/wp-content/uploads/2017/10/PNUD_RNDH_completo.pdf. Acesso em: 15 dez. 2017.

PROJOR - INSTITUTO PARA O DESENVOLVIMENTO DO JORNALISMO. Atlas da Notícia. São Paulo: 2017-2021. Disponível em https://www.atlas.jor.br/. Acesso: 30 abr. 2022.

SANTOS, Silvan Menezes; ALMELA, Josep Solves; SOUZA, Doralice Lange de. A influência dos direitos de transmissão no jornalismo esportivo: um estudo com jornalistas sobre a cobertura dos Jogos Paralímpicos Rio/2016. Movimento, v. 26, p. e26010, 2020.

SANTOS, Silvan Menezes; MEZZAROBA, Cristiano; SOUZA, Doralice Lange de. Jornalismo esportivo e Infotenimento: a (possível) sobreposição do entretenimento à informação no conteúdo jornalístico do esporte. Corpoconsciência, v. 21, n. 2, p. 93–106, 2017.

SIGAL, Leon V. Reporters and officials: the organization and politics of newsmaking. 2 ed. Lexington: D.C. Health and Company, 1974.

SILVA, Marcos Paulo. As dissonâncias cotidianas como substâncias das notícias: dos paradoxos cotidianos aos critérios noticiosos. Comunicação & Sociedade, v. 37, p. 215-237, 2015.

SILVA, Marcos Paulo; GIMENES, Ana Karla F. Nuances de oficialismo e estreitamento no espectro de vozes: uma análise das fontes e dos canais de informação do caso Marielle Franco nos jornais Folha de S. Paulo e El País. Líbero, v. 46, p. 92-110, 2020.

SOLEY, Lawrence C. The News Shapers: the sources who explain the news. New York, Westport, London: Praeger Publishers, 1992.

SPÀ, Miquel de Moragas. Comunicación y deporte en la era digital: sinergias, contradicciones y responsabilidades educativas. Contratexto, v. 12, p. 73–92, 1999.

SPÀ, Miquel de Moragas. Comunicación y deporte en la era digital. Congreso De La Asociación Española De Investigación Social Aplicada Al Deporte (AEISAD), 9. Anais [...] Las Palmas de Gran Canaria: Centre d’Estudis Olímpics UAB, 2007.

TONG, Jingrong. Journalistic legitimacy revisited: collapse or revival in the digital age? Digital Journalism, v. 6, n. 2, p. 256–273, 2018.

VOS, Tim P.; THOMAS, Ryan J. The discursive construction of journalistic authority in a post-truth age. Journalism Studies, v. 19, n. 13, p. 2001–2010, 2018.

Downloads

Publicado

2022-10-14

Como Citar

BARBOSA SILVA, L.; DA SILVA, M. P.; MENEZES DOS SANTOS, S. A desertificação midiática do jornalismo esportivo local: estudo exploratório no contexto sul-mato-grossense. Movimento, [S. l.], v. 28, p. e28047, 2022. DOI: 10.22456/1982-8918.124435. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/124435. Acesso em: 3 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigos Originais