Reflexões sobre a formação acadêmica na Educação Física à luz das tecnologias de si em Foucault

Autores

  • Flávio Soares Alves Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biociências, Departamento de Educação Física, Rio Claro, SP http://orcid.org/0000-0002-1698-6535
  • Carlos José Martins Universidade Estadual Paulista (UNESP), Instituto de Biociências, Rio Claro: Rio Claro, São Paulo, BR http://orcid.org/0000-0002-9255-1170

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.122484

Palavras-chave:

Tecnologias de si, Educação Física, Formação, Processo de Subjetivação

Resumo

Este artigo busca respaldo nas concepções foucaultianas de ética e estética da existência para compor reflexões sobre a formação acadêmica na Educação Física. Como guisa à mobilização desse intento, se contextualiza a noção de “tecnologias de si”, encontrada na última etapa da obra de Michel Foucault. Na sequência, traçam-se aproximações, heterogêneas e diferenciais, entre a problemática ética colocada à constituição do sujeito e a formação acadêmica. Ainda que essas aproximações devam ser vistas com cautela – para não tomar as práticas de constituição dos sujeitos antigos como origem longínqua para forjar e explicar um modelo formativo para os sujeitos modernos – tais aproximações apontam para outras racionalidades não-hegemônicas que se contrapõem às lógicas capacitativas comumente atribuídas à formação acadêmica, que tendem a ser reduzidas apenas a seus aspectos instrumentais. Deste modo, as reflexões que aqui se avizinham não afirmam teorias gerais, tampouco verdades boas ou ruins sobre a formação, mas dão visibilidade para a composição de práticas discursivas e não-discursivas alternativas de elaboração e lapidação de si, estabelecidas nos jogos de força que as sustentam ao longo do percurso formativo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Flávio Soares Alves, Universidade Estadual Paulista, Instituto de Biociências, Departamento de Educação Física, Rio Claro, SP

Graduado em Educação Física - Licenciatura Plena - pela Unesp - Rio Claro (2001); Mestre em Artes pela Unicamp - Instituto de Artes (2006); Doutor em Ciências pela Escola de Educação Física e Esporte da USP (2011). Atualmente é Professor Assistente Doutor do Departamento de Educação Física da Unesp de Rio Claro, responsável pelas disciplinas de graduação: "Práticas Corporais e Autoconhecimento", "Atividades Rítmicas e Expressivas" e "Dança". É pesquisador e co-criador do Grupo "E-LABORE(si) - práticas corporais e tecnologias", liderado pelo prof. Dr. Carlos José Martins (Depto. de Educação Física - Unesp, Campus de Rio Claro). Docente do Programa de Pós-Graduação "Desenvolvimento Humano e Tecnologias", do Instituto de Biociências - Unesp, Campus de Rio Claro, responsável pela disciplina "Atentividade e Tecnologias de Si na Pesquisa Intervenção". Docente do Programa de Mestrado Profissional Educação Física em Rede Nacional - PROEF (Polo de Rio Claro). Membro pesquisador dos grupos de pesquisa: "CORPUS - Educação Física + Saúde Coletiva + Filosofia" (EEFE- USP), liderado pela profa. Dra. Yara Maria de Carvalho, e grupo "Tecnologias e Processos de subjetivação" (Depto. Educação - Unesp - Campus de Rio Claro), liderado pelo prof. Dr. Romualdo Dias. Atual Coordenador do Conselho de Curso de Graduação da Educação Física - Depto. EF-IB-UNESP/RC. Coordenador do Comitê de Ética em Pesquisa (CEP) do Instituto de Biociências da Unesp de Rio Claro. Pesquisa os movimentos da invenção, a aprendizagem do/no corpo, o cuidado de si e a arte do viver na capoeira, dança e outras práticas corporais. A partir destes focos de trabalho movimenta suas investigações, tendo como referencial teórico-conceitual e metodológico a filosofia, as artes e as ciências humanas.

Carlos José Martins, Universidade Estadual Paulista (UNESP), Instituto de Biociências, Rio Claro: Rio Claro, São Paulo, BR

Professor do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Humano e Tecnologias (Mestrado Acadêmico e Doutorado) Recomendado pela CAPES 2009 / Conceito 5 Área Multidisciplinar Saúde. Professor participante do Programa de Pós-Graduação em Educação da UNICAMP (2010). Doutorado em Filosofia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2005). Doutorado Sanduíche - Universite de Paris XII (Paris-Val-de-Marne)/CETSAH-EHESS (2004). Mestrado em Filosofia pela Universidade Estadual de Campinas (1998). Graduação em Educação Física pela Universidade Federal de Minas Gerais (1983). Atualmente é Professor Assistente Doutor Nível II (MS 3 II) no Depto. de Educação Física da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho Campus de Rio Claro. Tem experiência nas áreas de Educação Física e Filosofia Contemporânea, com ênfase no campo da filosofia e história das práticas corporais, atuando principalmente nos seguintes temas: corpo, filosofia, história, política, estética e gênero. (Fonte: Currículo Lattes)

Referências

CANDIOTTO, César Foucault e a crítica da verdade. Belo Horizonte: Autêntica, 2010.

DESCARTES, René. Meditações. In: DESCARTES, René. Obra escolhida. São Paulo: Difusão Europeia do Livro, 1962.

FOUCAULT, Michel A hermenêutica do sujeito. Tradução de Márcio Alves da Fonseca e Salma Tannus Muchal. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

FOUCAULT, Michel. Deux essais sur le sujet et le pouvoir: I. Pourquoi étudier le pouvoir: La question du sujet; II. Le pouvoir, comment s’exerce-t-il? (1982). In: DREYFUS, Hubert; RABINOW, Paul. Michel Foucault: un parcours philosophique. Trad. do inglês por Fabienne Durand-Bogaert. Paris: Gallimard, 1984.

FOUCAULT Michel. História da sexualidade III: o cuidado de si. Rio de Janeiro: Graal, 2002.

FOUCAULT, Michel. Tecnologias de Si, 1982. Verve, n. 6, p 321-360, 2004. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/verve/article/view/5017/3559. Acesso em: 17 jul. 2023.

GROS, Frédéric. O cuidado de si em Michel Foucault. In: RAGO, Margareth; VEIGA-NETO, Alfredo (org.). Figuras de Foucault. Belo Horizonte: Autêntica, 2008. p. 127-138.

IMBERNÓN, Francisco. Formação docente e profissional: formar-se para a mudança e a incerteza. São Paulo: Cortez, 2010.

LARROSA-BONDÍA, Jorge. Notas sobre a experiência e o saber da experiência. Revista Brasileira de Educação, n. 19, p. 20-28, 2002.

VINTGES, Karen. Liberdade e espiritualidade. In: TAYLOR, Dianna (ed.) Michel Foucault: conceitos fundamentais. Petrópolis: Vozes, 2018. p. 130-144.

Publicado

2023-10-12

Como Citar

ALVES, F. S.; MARTINS, C. J. Reflexões sobre a formação acadêmica na Educação Física à luz das tecnologias de si em Foucault. Movimento, [S. l.], v. 29, p. e29043, 2023. DOI: 10.22456/1982-8918.122484. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/122484. Acesso em: 28 fev. 2024.

Edição

Seção

Ensaios