Avaliação da percepção de valor em Empreendimentos Habitacionais de Interesse Social: perspectivas de técnicos e de usuários

Deyvid Aléx de Bitencourt Monteiro, Luciana Inês Gomes Miron, Jeferson Shin-Iti Shigaki, Marcia Elisa Soares Echeveste

Resumo


Este artigo propõe-se uma análise que combina as percepções de valor das esferas de desenvolvimento (técnicos da Prefeitura Municipal de Porto Alegre) e ocupação (usuários) de empreendimentos habitacionais utilizando o mapeamento hierárquico de valor. A estratégia de pesquisa adotada é a Constructive Research. A população-alvo “usuários” faz parte do EHIS A.J. Renner pertencente ao Programa Integrado Entrada da Cidade. O processo de pesquisa envolveu a construção de um questionário, planejamento amostral, coleta e análise de dados utilizando técnicas estatísticas descritivas e laddering cujo resultado é representado pelo mapeamento hierárquico de valor (MHV). Dentre os principais resultados, a unidade habitacional representou a maior divergência entre as percepções dos técnicos e dos usuários. Já o empreendimento representou uma boa convergência entre as percepções de ambos. Ainda, o MHV permitiu explorar quais benefícios estão sendo atingidos pelo programa, além da relação desses benefícios com a satisfação e permanência dos usuários no EHIS. A principal contribuição desta pesquisa está na identificação dos níveis mais abstratos presentes na percepção dos usuários, insuficientemente compreendidos pelos técnicos ou explicitados pelos programas habitacionais brasileiros.


Palavras-chave


Empreendimentos Habitacionais de Interesse Social (EHIS); Avaliação de Percepção de Valor; Hierarquia de Valor Percebido

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2016 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: