Informação simbólica, representações sociais e identidade: aproximações conceituais

Juliana Andrade Perdigão, Fabrício José Nascimento da Silveira

Resumo


O presente artigo objetiva discutir, a partir de um enfoque multidisciplinar, as dimensões conceituais que aproximam o estudo das representações sociais e da identidade ao campo da informação simbólica. Para tanto, adota por prerrogativa que a informação, pensada aqui como fenômeno social, atravessa e modula os distintos processos de negociação a partir dos quais certos discursos representacionais e identitários são elaborados, aceitos e confrontados. De modo mais específico, e considerando a realidade de determinados contextos sociais marcados pela desigualdade e pelas assimetrias de poder, analisa-se o caráter ideológico da informação e como o mesmo incide no processo de constituição dos quadros de sentido responsáveis por delinear uma imagem dissonante do outro e dos grupos em que nos encontramos inseridos.


Palavras-chave


Informação social. Informação simbólica. Informação e ideologia. Representações sociais. Identidade.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19132/1808-5245251.185-211



Em Questão | ISSN 1808-5245 | EQ no Facebook | EQ no Google Scholar

Classificação Qualis: A2 - Comunicação e Informação; B2 - Ciências Ambientais; B3 - Administração, Ciências Contábeis e Turismo; B4 - Sociologia; B5 - Engenharias I.

Programa de Pós-graduação em Comunicação  | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705, sala 519 | CEP 90035-007 | Porto Alegre, RS, Brasil | Fone: (51) 3308 2141| E-mail: emquestao @ufrgs.br 

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária do San Francisco Declaration on Research Assessment (DORA)