Assessoria de imprensa, narrativas midiáticas e saúde: simbiose de fontes, jornalistas, leitores, personagens e afetos

Monica Martinez, Arquimedes Pessoni, Miriam Cristina Carlos Silva, Vasco Ribeiro

Resumo


As notícias não são um espelho do real, mas resultado de uma construção social e cultural com base em múltiplas fontes. Este estudo discute a influência da assessoria de imprensa na mídia contemporânea, por meio da análise de narrativas de dois press releases da área da saúde (um brasileiro e um português), selecionados no período de 19 de junho a 19 de julho de 2014, e da respectiva cobertura feita por dois jornais de grande circulação (um brasileiro e um português). A análise se faz por meio dos elementos narrativos, a fim de verificar se há a intenção de contar uma história no press release, com destaque para a construção de personagens, como formas expressivas de persuasão do aproveitamento do material pelo jornalista. O resultado aponta para a sugestão de histórias cujo eixo gravita em torno da função dos personagens e de sua capacidade de incitar empatia, compaixão e identificação. Entende-se as narrativas como formas de mediação, interpretação e transformação da experiência. Assim, como narradores contemporâneos que são, destaca-se a importância do critério desempenhado por jornalistas e assessores na composição de seus personagens. 


Palavras-chave


Narrativas midiáticas. Assessoria de Imprensa. Análise de Conteúdo. Brasil. Portugal.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.19132/1807-8583201738.197-224



Intexto | E-ISSN 1807-8583

Classificação Qualis: B1 - Comunicação, Informação, História, Letras/Linguística  | B2 - Psicologia | B3 - Ciência Política e Relações Internacionais, Arquitetura, Urbanismo e Design, Ciências Ambientais, Interdisciplinar | B4 - Sociologia. 

Programa de Pós-graduação em Comunicação e Informação | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705 - Porto Alegre, RS, Brasil | E-mail: intexto@ufrgs.br

Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos