Comunicação e violência sutil: a debilitação da experiência de reconhecimento do sujeito na sociabilidade dromocratizada

Angela Pintor dos Reis

Resumo


Este estudo utiliza a teoria da luta por reconhecimento de Axel Honneth para analisar a presença de uma violência imanente à lógica comunicacional da dromocracia na dinâmica da experiência de reconhecimento processada na sociabilidade. Trata-se de uma violência de época, com contornos pouco precisos e difusamente reproduzida na sociabilidade, que se apresenta como a ação que limita a potência de autonomia do sujeito e enfraquece sua experiência de reconhecimento.

Palavras-chave


Lógica comunicacional. Violência sutil. Luta por reconhecimento.

Texto completo:

PDF




Intexto | E-ISSN 1807-8583 | Facebook | Google Scholar 

Classificação Qualis: B1 - Comunicação, Informação, História, Letras/Linguística  | B2 - Psicologia | B3 - Ciência Política e Relações Internacionais, Arquitetura, Urbanismo e Design, Ciências Ambientais, Interdisciplinar | B4 - Sociologia. 

Programa de Pós-graduação em Comunicação | Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Rua Ramiro Barcelos, 2705 sala 519 - Porto Alegre, RS, Brasil | E-mail: Intexto @ufrgs.br

Membro Associação Brasileira de Editores Científicos 

Signatária DORA (San Francisco Declaration on Research Assessment)