Desnutrição Calórico-Protéica do Tipo Kwashiorkor Desencadeada por Alergia à Proteína do Leite de Vaca

Autores

  • Boaventura Antônio do Santos Hospital de Clínicas de Porto Alegre
  • Milene Moehlecke Hospital de Clínicas de Porto Alegre
  • Patrícia da Silva Passos Hospital de Clínicas de Porto Alegre
  • Sandra Maria Gonçalves Vieira Hospital de Clínicas de Porto Alegre
  • Helena Ayako Sueno Goldani Hospital de Clínicas de Porto Alegre
  • Themis Reverbel da Silveira Hospital de Clínicas de Porto Alegre

Palavras-chave:

Desnutrição calórico-proteica, alergia à proteína do leite de vaca

Resumo

A enteropatia induzida por proteína alimentar, uma das formas de apresentação de hipersensibilidade alimentar, tem na alergia à proteína do leite de vaca a causa mais comum dessa síndrome. Ocorre comumente em lactentes, e o diagnóstico depende de uma anamnese minuciosa associada a uma resposta clínica favorável à retirada do antígeno. No presente relato, paciente do sexo feminino de 1 ano e 8 meses, interna para investigação de desnutrição calórico-proteica grave com história de vômitos, diarreia sanguinolenta e perda ponderal pronunciada a partir dos 8 meses de idade. Amamentação exclusiva no primeiro mês de vida e fórmula láctea do segundo ao quarto mês; desde então, com leite de vaca integral. Na admissão, chorosa, irritada, emagrecida, desidratada, cabelos despigmentados e quebradiços, em anasarca e com hepatomegalia. Exames laboratoriais revelaram anemia megaloblástica, leucocitose e hipoalbuminemia. Hipóteses diagnósticas: doença celíaca, fibrose cística e alergia à proteína do leite de vaca. Realizada endoscopia digestiva alta com biópsia: discreto aumento de eosinófilos na lâmina própria em mucosa gástrica e duodenal e esofagite crônica discreta com raros eosinófilos intraepiteliais. Teste do suor negativo. Estabelecido o diagnóstico de alergia à proteína do leite de vaca desencadeando um quadro de desnutrição calórico-proteica grave do tipo kwashiorkor e iniciada dieta com hidrolisado proteico. A alergia à proteína do leite de vaca é uma apresentação clínica frequente de alergia alimentar em lactentes e pré-escolares, sendo as repercussões gastrintestinais e nutricionais significativas nessa faixa etária. Dessa forma, o diagnóstico de alergia à proteína do leite de vaca deve ser considerado em pacientes com desnutrição calórico-proteica, uma vez que a desnutrição primária, por ingestão insuficiente, tenha sido excluída.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Boaventura Antônio do Santos, Hospital de Clínicas de Porto Alegre

Médico, Serviço de Pediatria e Puericultura, HCPA, Porto Alegre, RS. Professor adjunto, Departamento de Pediatria e Puericultura, FAMED, UFRGS, Porto Alegre, RS.

Milene Moehlecke, Hospital de Clínicas de Porto Alegre

Acadêmica, Faculdade de Medicina (FAMED), Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Porto Alegre, RS.

Patrícia da Silva Passos, Hospital de Clínicas de Porto Alegre

Acadêmica, FAMED, HCPA, UFRGS, Porto Alegre, RS.

Sandra Maria Gonçalves Vieira, Hospital de Clínicas de Porto Alegre

Médica contratada do Serviço de Gastroenterologia, HCPA, UFRGS, Porto Alegre, RS.

Helena Ayako Sueno Goldani, Hospital de Clínicas de Porto Alegre

Médica, Serviço de Pediatria e Puericultura, HCPA, Porto Alegre, RS. Professora adjunta, Departamento de Pediatria e Puericultura, FAMED, UFRGS, Porto Alegre, RS.

Downloads

Publicado

2009-04-13

Como Citar

1.
do Santos BA, Moehlecke M, Passos P da S, Vieira SMG, Goldani HAS, da Silveira TR. Desnutrição Calórico-Protéica do Tipo Kwashiorkor Desencadeada por Alergia à Proteína do Leite de Vaca. Clin Biomed Res [Internet]. 13º de abril de 2009 [citado 4º de dezembro de 2022];29(1). Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/hcpa/article/view/2093

Edição

Seção

Relatos de Casos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)