Fabricação digital no Brasil e as possibilidades de mudança de paradigma no setor da construção civil

Autores

  • Marina Ferreira Borges Universidade Federal de Minas Gerais

Palavras-chave:

Construção Civil, Fabricação Digital, Teoria Econômica Evolucionista, Sistema Setorial de Inovação.

Resumo

A proposta deste trabalho é analisar as possibilidades trazidas pelas tecnologias digitais emergentes em projeto arquitetônico e produção no canteiro para uma mudança de paradigma no setor da construção civil. Como metodologia propõe-se utilizar teóricos da economia evolucionista, que colocam a inovação como um agente central para as mudanças de paradigmas, para visualizar as conexões entre firmas existentes no paradigma atual, a manufatura e as conexões que poderiam ser estabelecidas para um novo paradigma de produção por meio da fabricação digital. Para isso também será analisado o papel da universidade e seu potencial de inovação, tanto no sentido de desenvolver tecnologia de produtos, quanto de contextualizar a tecnologia que está sendo importada para um contexto regional, desenvolvendo processos de produção emancipatórios para a construção civil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marina Ferreira Borges, Universidade Federal de Minas Gerais

Marina Ferreira Borges é aluna de doutorado no Programa de Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo da UFMG, Mestre em Engenharia de Estruturas pela UFMG (2015) e possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela UFMG (2006) e em Engenharia Civil pela Universidade FUMEC (2012). 

Downloads

Publicado

2016-08-17

Edição

Seção

Tecnologia da Informação e Comunicação no Ambiente Construído