Influência do teor de umidade na determinação do módulo de elasticidade de vigas de Pinus sp.

Autores

  • Pedro Gutemberg de Alcântara Segundinho Departamento de Ciências Florestais e da Madeira, Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Espírito Santo, Av. Govenador Lindemberg, 316, CEP: 29550-000, Jerônimo Monteiro, ES.
  • Marcelo Rodrigo Carreira Coordenação de Engenharia Civil, Campus Campo Mourão, Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Rodovia BR 369, km 0,5, CEP: 87301-006, Campo Mourão, PR.
  • Adair José Regazzi Professor Aposentado: Departamento de Estatística, Universidade Federal de Viçosa, Campus Universitário, CEP: 36570-000, Viçosa, MG.
  • Antonio Alves Dias Departamento de Engenharia de Estruturas, Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, Av. Trabalhador São-carlense, 400, CEP: 13566-590, São Carlos, SP.

Palavras-chave:

Modelo de regressão segmentada, Madeira de Pinus sp., Ensaio não destrutivo, Ponto de saturação das fibras.

Resumo

No processo de secagem da madeira o módulo de elasticidade estático não sofre alteração até o ponto de saturação das fibras (PSF); para teores de umidade abaixo do PSF, contudo, o módulo de elasticidade estático é afetado. O objetivo deste artigo foi investigar a influência do teor de umidade na obtenção do módulo de elasticidade de vigas de madeira serrada de Pinus sp. pelos ensaios de vibração transversal livre e flexão estática. Foram utilizadas 20 vigas com dimensões nominais de 5 cm x 10 cm x 200 cm originadas de plantios de reflorestamento do estado de São Paulo. Tais vigas foram extraídas de toras recém-abatidas e condicionadas em ambiente fechado para secagem com temperatura e umidade controladas. O módulo de elasticidade longitudinal aparente obtido pelo método de vibração transversal livre estabilizou-se com umidade na faixa de variação do PSF, tal como ocorre no ensaio de flexão estática. Constatou-se que o ensaio de vibração transversal livre pode ser utilizado para obter o módulo de elasticidade longitudinal aparente em peças de madeira tanto com teor de umidade acima quanto abaixo do PSF.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pedro Gutemberg de Alcântara Segundinho, Departamento de Ciências Florestais e da Madeira, Centro de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Espírito Santo, Av. Govenador Lindemberg, 316, CEP: 29550-000, Jerônimo Monteiro, ES.

Graduado em Engenharia Civil pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2002) - FEIS, Mestrado em Engenharia Civil (Área: Estruturas) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2005) - FEIS e Doutorado em Ciências (Área: Estruturas) pela Universidade de São Paulo (2010) - EESC. Atualmente é Professor do Departamento de Ciências Florestais e da Madeira do CCA - UFES. Atua na área de Engenharia Civil, com ênfase em Estruturas, principalmente nos seguintes temas: estruturas de madeira, estruturas mistas de madeira e concreto, dinâmica das estruturas, propriedades físicas e mecânicas da madeira, classificação visual, classificação mecânica de elementos estruturais de madeira, madeira laminada colada (MLC) e ensaios não destrutivos.

Marcelo Rodrigo Carreira, Coordenação de Engenharia Civil, Campus Campo Mourão, Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Rodovia BR 369, km 0,5, CEP: 87301-006, Campo Mourão, PR.

Graduado em Engenharia civil pela Universidade Estadual de Londrina (1999) com mestrado (2003) e doutorado (2012) em Engenharia de Estruturas pela Universidade de São Paulo é professor efetivo da Universidade Tecnológica Federal do Paraná desde 2004. Tem experiência na área de Engenharia Civil, com ênfase em Estruturas, atuando principalmente nas seguintes áreas: análise modal, vibrações, avaliação não-destrutiva, instrumentação e experimentação de estruturas, estruturas de madeira, propriedades físicas e mecânicas da madeira, classificação visual e mecânica de elementos estruturais de madeira.

Adair José Regazzi, Professor Aposentado: Departamento de Estatística, Universidade Federal de Viçosa, Campus Universitário, CEP: 36570-000, Viçosa, MG.

Possui Graduação em Agronomia pela Universidade Federal de Viçosa (1975), Mestrado em Fitotecnia - Área de Genética e Melhoramento Vegetal pela Universidade Federal de Viçosa (1978) e Doutorado em Agronomia - Estatística e Experimentação Agronômica pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz / USP (1984). Aposentou-se em 06-10-2010 como Professor Titular do Departamento de Estatística da Universidade Federal de Viçosa, UFV-MG. De 11-07-2011 a 10-07-2013 foi Professor Visitante do Departamento de Engenharia Florestal e da Madeira da Universidade Federal do Espírito Santo - UFES/ES. Tem larga experiência na área de Estatística Aplicada, com ênfase principalmente em Agronomia e Engenharia Florestal, atuando no Ensino, na Pesquisa e na Extensão, nos seguintes temas: Análise Multivariada, Modelos Lineares, Modelos de Regressão Linear e Não-Linear, Planejamento de Experimentos, Delineamentos Experimentais, Componentes de Variância, Estatística Aplicada ao Melhoramento Genético e Estatística Aplicada à Indústria de Celulose e Papel.

Antonio Alves Dias, Departamento de Engenharia de Estruturas, Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, Av. Trabalhador São-carlense, 400, CEP: 13566-590, São Carlos, SP.

Possui graduação em Engenharia Civil EESC-USP pela Universidade de São Paulo (1982), mestrado em Engenharia Civil (Engenharia de Estruturas) pela Universidade de São Paulo (1987) e doutorado em Engenharia Civil (Engenharia de Estruturas) pela Universidade de São Paulo (1994). Atualmente é Professor Assistente Doutor MS-3 no Departamento de Engenharia de Estruturas da EESC-USP. É Professor Orientador do Curso de Pós-Graduação em Engenharia Civil (Engenharia de Estruturas). Atua na área de Engenharia Civil, com ênfase em Estruturas de Madeiras, principalmente nos seguintes temas: estruturas de madeira, pontes de madeira, madeira laminada colada e madeira - propriedades mecânicas. Concluiu a orientação de sete teses de doutorado e 12 dissertações de Mestrado. É autor de 3 livros, referentes aos assuntos dimensionamento de estruturas de madeira, sistemas estruturais, e pontes de madeira.

Downloads

Publicado

2017-06-30

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)