Calibração do ENVI-met para simulações termodinâmicas de espaços urbanos abertos em dias quentes

Autores

Palavras-chave:

simulação térmica, condições térmicas em espaços urbanos abertos, microclima urbano

Resumo

Este trabalho apresenta o procedimento para realizar a calibração de um modelo climático do ENVI-met, com suas etapas metodológicas, para a avaliação de espaços urbanos abertos de porções da cidade de São Paulo na condição de um dia quente e seco, marcado por altas temperaturas e incidência solar, baixa umidade e baixa nebulosidade. O processo de calibração foi realizado por meio de sucessivas simulações baseadas em dados microclimáticos de medições realizadas no local representado nas simulações, além de dados das estações meteorológicas do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG/USP) e do arquivo climático do Aeroporto de Congonhas, e seus resultados foram avaliados comparando-se as principais variáveis microclimáticas (temperatura do ar, umidade relativa, velocidade do vento, direção do vento e radiação) entre simulação e medições. O modelo calibrado apresentou aderência às medições realizadas, dentro dos limites de tolerância esperados, e no processo de calibração foi possível evidenciar as vantagens do uso do ENVI-met, sua adequação e adaptabilidade para modelos representativos de São Paulo, e as principais dificuldades do processo de simulação, sobretudo em função das grandes necessidades de capacidade e tempo de computação para o processamento das simulações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gabriel Bonansea de Alencar Novaes, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU USP)

Doutorado em andamento (2021 a 2024) em Tecnologia da Arquitetura e do Urbanismo pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU USP). Mestre em Tecnologia da Arquitetura pela Universidade de São Paulo (USP), com foco em em Desempenho Ambiental, Sustentabilidade e Eficiência Energética em edifícios e no meio urbano. Formado pelo Programa de Dupla Graduação em Arquitetura e Engenharia Civil da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo e da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (USP). Auditor da Fundação Vanzolini para a Certificação AQUA-HQE de Alta Qualidade Ambiental na Construção, de Sistemas de Gestão da Qualidade (NBR ISO 9001) e da Certificação A2S - Ambiente Seguro e Saudável, Gestor Técnico do Programa Brasileiro de Etiquetagem de Eficiência Energética em Edifícios (PBE EDIFICA), além de atuação direta no Programa de Declarações de Produtos Ambientais EPD Brasil e em auditorias e avaliações da conformidade das áreas de acessibilidade, sustentabilidade e eficiência energética. Em qualificação para auditorias de Sistemas de Gestão Ambiental (NBR ISO 14001) e Sistemas de Gestão de Segurança e Saúde Ocupacional (NBR ISO 45001).

Downloads

Publicado

2022-09-12

Edição

Seção

Edição especial ENCAC