A EXPERIÊNCIA EDUCACIONAL DOS ATLETAS NOS JOGOS OLÍMPICOS DA JUVENTUDE: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA

Autores

  • Adriano Lopes de Souza Universidade Federal do Tocantins
  • Otávio Tavares Universidade Federal do Espírito Santo

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.97317

Palavras-chave:

Esportes juvenis. Aprendizagem social. Revisão sistemática. Adolescente.

Resumo

O objetivo do presente estudo é compreender o que vem sendo produzido na literatura nacional e internacional a respeito da participação dos jovens atletas de elite no Jogos Olímpicos da Juventude, com foco na sua experiência educacional. Para tanto, realizamos uma revisão sistemática qualitativa. As buscas foram realizadas em cinco bases de dados diferenciadas, a partir das quais selecionamos sete artigos em consonância com os critérios de inclusão e exclusão. Os resultados apontaram que a participação nos YOG pode promover um conjunto de aprendizagens valorativas aos jovens atletas. Entretanto, tais experiências educacionais parecem materializar-se muito mais a partir de reuniões e interações socioculturais de caráter informal entre eles. Conclui-se que o sucesso deste novo megaevento não reside em replicar os Jogos Olímpicos como preparação da juventude para atuar nas edições adultas, mas na sua capacidade/potencialidade para equilibrar mais claramente a tríade esporte-competição-educação.

 

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2020-05-25

Como Citar

SOUZA, A. L. de; TAVARES, O. A EXPERIÊNCIA EDUCACIONAL DOS ATLETAS NOS JOGOS OLÍMPICOS DA JUVENTUDE: UMA REVISÃO SISTEMÁTICA. Movimento, [S. l.], v. 26, p. e26039, 2020. DOI: 10.22456/1982-8918.97317. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/97317. Acesso em: 27 set. 2022.

Edição

Seção

Ensaios