A FORMAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DA ATIVIDADE FÍSICA E ESPORTE NA ESPANHA

Autores

  • Antonio Campos-Izquierdo Facultad de Ciencias de la Actividad Física y del Deporte (INEF). Universidad Politécnica de Madrid.

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.64711

Palavras-chave:

Competência profissional. Credenciamento. Esportes. Educação Física.

Resumo

Este estudo analisa a formação inicial e permanente das pessoas que trabalham em atividade física e esporte na Espanha. Foi empregada como metodologia uma entrevista aplicada a 2.500 profissionais da atividade física e esporte em todas as províncias da Espanha. Os resultados mostram que 38% dessas pessoas não possuem titulação de atividade física e esporte (formação inicial). Também, muitas pessoas com titulação desempenham funções laborais para as quais não foram formadas e nem são qualificadas. Além disso, se observa que essas pessoas têm uma alta formação permanente quanto maior a sua formação inicial. Do mesmo modo, a maioria dos titulados da atividade física e esporte considera que a sua formação inicial serviu muito para seu adequado desempenho profissional.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antonio Campos-Izquierdo, Facultad de Ciencias de la Actividad Física y del Deporte (INEF). Universidad Politécnica de Madrid.

Profesor titular de Universidad.

Facultad de Ciencias de la Actividad Física y del Deporte (INEF).
Universidad Politécnica de Madrid.

 

Publicado

2016-12-18

Como Citar

CAMPOS-IZQUIERDO, A. A FORMAÇÃO DOS PROFISSIONAIS DA ATIVIDADE FÍSICA E ESPORTE NA ESPANHA. Movimento, [S. l.], v. 22, n. 4, p. 1351–1364, 2016. DOI: 10.22456/1982-8918.64711. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/64711. Acesso em: 6 dez. 2022.

Edição

Seção

Ensaios