RESENHA DO LIVRO MEMÓRIAS DE CIBELE: CAMINHOS TRILHADOS, EXPERIÊNCIAS CORPORAIS E IDENTIDADE DOCENTE

Autores

  • Fabiano Bossle Universidade federal do Rio Grande do Sul. escola de Educação Física. UFRGS. Porto Alegre, RS
  • Cibele Biehl Bossle Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Elisandro Schultz Wittizorecki Universidade federal do Rio Grande do Sul. escola de Educação Física. UFRGS. Porto Alegre, RS

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.61418

Palavras-chave:

Docentes. Educação. Educação infantil. Narração.

Resumo

Esta resenha do livro Memórias de Cibele: caminhos trilhados, experiências corporais e identidade docente, de autoria de Carolina Chagas Kondratiuk e Marcos Garcia Neira, editado pela Phorte em 2013, objetiva apresentar a obra destacando suas particularidades e relevância para o campo da formação de professores e das práticas pedagógicas da Educação Física Escolar.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fabiano Bossle, Universidade federal do Rio Grande do Sul. escola de Educação Física. UFRGS. Porto Alegre, RS

Professor de Graduação e Pós-Graduação da Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança da UFRGS. Coordenador do Grupo de Pesquisas Didática e Metodologia de Ensino da Educação Física (DIMEEF)

Cibele Biehl Bossle, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Pós-Doutora pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Pesquisadora do Grupo de Pesquisa Políticas de Formação em Educação Física e Saúde

Elisandro Schultz Wittizorecki, Universidade federal do Rio Grande do Sul. escola de Educação Física. UFRGS. Porto Alegre, RS

Professor de Graduação e Pós-Graduação da Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança da UFRGS. Pesquisador do Grupo de Pesquisas Qualitativas Formação de Professores e Práticas Pedagógicas na Educação Física e Ciências do Esporte (F3P-EFICE)

Downloads

Publicado

2016-12-18

Como Citar

BOSSLE, F.; BOSSLE, C. B.; WITTIZORECKI, E. S. RESENHA DO LIVRO MEMÓRIAS DE CIBELE: CAMINHOS TRILHADOS, EXPERIÊNCIAS CORPORAIS E IDENTIDADE DOCENTE. Movimento, [S. l.], v. 22, n. 4, p. 1379–1383, 2016. DOI: 10.22456/1982-8918.61418. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/61418. Acesso em: 26 set. 2022.

Edição

Seção

Resenhas e Midias