PREVISÃO DE ABANDONO ESPORTIVO NA ADOLESCÊNCIA, ATRAVÉS DO ESTUDO DE QUALIDADE PERCEBIDA

Alberto Nuviala Nuviala, Javier Antonio Tamayo Fajardo, Román Nuviala Nuviala, Elsa Pereira, João Carvalho

Resumo


O objetivo deste trabalho foi averiguar se existe relação entre a qualidade percebida e o abandono desportivo. A população objeto de estudo foram 1.109 adolescentes. O método de coleta de dados foi o questionário EPOD. Na análise dos dados foram utilizadas as técnicas estatísticas de tabelas de contingência, comparação de médias, correlações e regressão linear. Os resultados mostraram que 40% dos adolescentes abandonaram o desporto e que a qualidade percebida é boa, sendo que os "treinadores" foram o mais valorizado e que os "espaços" esportivos foram os menos valorizados. Os resultados demonstram que existe relação entre a qualidade do serviço e o abandono. Os serviços desportivos que obtem avaliações mais baixas apresentam taxas de abandono mais elevadas.


Palavras-chave


Esporte. Adolescente. Gestão de qualidade. Motivação.

Texto completo:

PDF-BR


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.23555



 

 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                                      

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment