O CORPO E AS PRÁTICAS DE SI: A CONSTRUÇÃO BIOIDENTITÁRIA DE UM LUTADOR DE WRESTLING PROFISSIONAL EM TELA

Autores

  • Samuel Thomazini Oliveira Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)
  • Ivan Marcelo Gomes UFES
  • Felipe Quintão de Almeida UFES

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.17912

Palavras-chave:

Esportes. Luta. Crise de identidade. Cinema como assunto.

Resumo


Análise do filme “O lutador”, estrelado por Mickey Rourke no papel de um lutador de pro-wrestling (Randy “The Ram” – O Carneiro) em final de sua carreira. Descreve os mecanismos bioidentitários empregados por Randy em sua forja como lutador de luta livre profissional, analisando algumas de suas consequências para a vida do personagem principal do filme. Encerra apresentando considerações sobre a constituição bioidentitária desse personagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Samuel Thomazini Oliveira, Universidade Federal do Espírito Santo (UFES)

Mestrando do PPGEF/CEFD/UFES

Ivan Marcelo Gomes, UFES

Professor Adjunto CEFD/UFES e do Programa de Pós-Graduação em Educação Física da UFES.

Felipe Quintão de Almeida, UFES

Professor Adjunto CEFD/UFES e do Programa de Pós-Graduação em Educação Física da UFES.

Downloads

Publicado

2011-05-19

Como Citar

OLIVEIRA, S. T.; GOMES, I. M.; ALMEIDA, F. Q. de. O CORPO E AS PRÁTICAS DE SI: A CONSTRUÇÃO BIOIDENTITÁRIA DE UM LUTADOR DE WRESTLING PROFISSIONAL EM TELA. Movimento, [S. l.], v. 17, n. 3, p. 197–214, 2011. DOI: 10.22456/1982-8918.17912. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/17912. Acesso em: 28 set. 2022.

Edição

Seção

Ensaios