O PROCESSO DE CONSTITUIÇÃO HISTÓRICO-ESTRUTURAL DO SUBCAMPO ESPORTIVO DO XADREZ : UMA ANÁLISE SOCIOLÓGICA

Autores

  • Juliano de Souza Universidade Federal do Paraná
  • Fernando Augusto Starepravo Universidade Federal do Paraná
  • Wanderley Marchi Júnior Universidade Federal do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.22456/1982-8918.16516

Palavras-chave:

Xadrez. Esportes. Sociologia.

Resumo

No presente texto procuramos problematizar algumas continuidades e rupturas inerentes ao processo de constituição de uma “história esportiva” relativamente autônoma do xadrez. O principal argumento a ser desenvolvido consiste em demonstrar que a referida prática só adquiriu os primeiros traços de esporte relativamente moderno quando foi contraposta a um quadro muito específico de mudanças sociais e estruturais que tiveram lugar na sociedade inglesa da metade final do século XIX. A partir de uma pesquisa bibliográfica de cunho histórico-sociológico procuramos avaliar algumas transformações potencializadas no universo enxadrístico no período de 1830 a 1920 tendo como ponto de sustentação teórica algumas contribuições tecidas por Norbert Elias e Pierre Bourdieu.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juliano de Souza, Universidade Federal do Paraná

Fernando Augusto Starepravo, Universidade Federal do Paraná

Doutorando em Educação Física. Centro de Pesquisas em Esporte, Lazer e Sociedade (CEPELS).  Asociación Latinoamerica de Estudios Socioculturales del Deporte (ALESDE). Universidade Federal do Paraná.

Wanderley Marchi Júnior, Universidade Federal do Paraná

Doutor em Educação Física. Centro de Pesquisas em Esporte, Lazer e Sociedade (CEPELS).  Asociación Latinoamerica de Estudios Socioculturales del Deporte (ALESDE). Universidade Federal do Paraná.

Downloads

Publicado

2011-05-02

Como Citar

SOUZA, J. de; STAREPRAVO, F. A.; MARCHI JÚNIOR, W. O PROCESSO DE CONSTITUIÇÃO HISTÓRICO-ESTRUTURAL DO SUBCAMPO ESPORTIVO DO XADREZ : UMA ANÁLISE SOCIOLÓGICA. Movimento, [S. l.], v. 17, n. 2, p. 93–113, 2011. DOI: 10.22456/1982-8918.16516. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/Movimento/article/view/16516. Acesso em: 2 jul. 2022.

Edição

Seção

Artigos Originais