Diálogos entre a Teoria do Conceito e organização do conhecimento arquivístico

uma revisão sistemática de literatura

Autores

DOI:

https://doi.org/10.19132/1808-5245284.120016

Palavras-chave:

organização do conhecimento, teoria do conceito, Arquivologia, revisão sistemática da literatura

Resumo

Compreendendo a organização como um processo mediador entre a produção e o acesso e uso dos documentos de arquivo e das informações que eles carregam, este trabalho aborda as relações da Arquivologia com a Ciência da Informação. A transversalidade com a Organização do Conhecimento é ponto de partida, a partir dos estudos de uma de suas teorias basilares: a Teoria do Conceito. Para tanto, realizou-se uma Revisão Sistemática de Literatura, tendo como campo empírico bases de dados em Ciência da Informação e anais dos eventos internacionais e nacionais da International Society for Knowledge Organization. Os resultados demonstram que no âmbito da organização do conhecimento arquivístico, a presença da Teoria do Conceito ainda é tímida, sendo utilizada tanto como método de análise de conceitos da própria Arquivologia quanto como fundamento à construção de sistemas de organização do conhecimento arquivístico mais completos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jéssica dos Santos Gonçalves, Universidade Federal Fluminense

Bacharel em Biblioteconomia. Mestre em Ciência da Informação. Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal Fluminense (PPGCI-UFF). Analista em Geociências - Bibliotecária no Serviço Geológico do Brasil - CPRM. 

Natália Bolfarini Tognoli, Universidade Federal Fluminense

Professora Adjunta no Departamento de Ciência da Informação e no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal Fluminense

Downloads

Publicado

2022-09-27

Como Citar

GONÇALVES, J. dos S.; TOGNOLI, N. B. Diálogos entre a Teoria do Conceito e organização do conhecimento arquivístico: uma revisão sistemática de literatura. Em Questão, Porto Alegre, v. 28, n. 4, p. 120016, 2022. DOI: 10.19132/1808-5245284.120016. Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/EmQuestao/article/view/120016. Acesso em: 3 dez. 2022.

Edição

Seção

Artigos