Espaços livres de uso público no contexto da segurança urbana

Pamella Cosme Ali, Luciana Aparecida Netto de Jesus, Larissa Leticia Andara Ramos

Resumo


A qualidade de vida urbana está diretamente ligada ao desenvolvimento das interações sociais, bem como da garantia da segurança pública, muitas vezes promovida pelo desenvolvimento e valorização dos espaços livres de uso público. Nesse sentido, o presente estudo analisa como a presença de espaços livres de uso público de qualidade podem contribuir na prevenção do crime e na mitigação da sensação de segurança urbana. Apresenta o levantamento dos espaços livres para práticas sociais inseridos na paisagem urbana considerando o recorte da Regional Grande Aribiri, situada no município de Vila Velha, apresentando uma correlação de tais espaços e a incidência de crimes na região. Como resultado, foi possível identificar que 68% da população é abrangida por praças, não contemplando todos os bairros da Grande Aribiri, evidenciando uma distribuição não homogênea e fragmentada dos espaços livres de uso público, além do alto índice de crimes violentos ocorrendo em áreas com ausência desses espaços. A análise revela, ainda, que a ausência de espaços públicos para práticas sociais contribui para falta de pertencimento local, ocupação e dinâmica no espaço, fatores esses que não garantem a segurança e vigilância, evitando ou minimizando a ocorrência de crimes como homicídios, furtos e tráfico de drogas.


Palavras-chave


Espaços livres de uso público; Segurança Urbana; Prevenção do Crime

Texto completo:

HTML




Direitos autorais 2020 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: