Pesquisa-ação participativa para execução de um sistema de tratamento local de efluentes sanitários residenciais sustentável: caso do assentamento rural Sepé-Tiaraju

Thais Helena Martinetti, Bernardo Arantes do Nascimento Teixeira, Ioshiaqui Shimbo

Resumo


A pesquisa-ação participativa procura integrar autores da pesquisa e atores da ação de forma cooperativa e participativa, para a solução de um problema social. O objetivo deste artigo foi analisar a pesquisa-ação participativa implementada no processo de execução de sistema de tratamento de efluentes sanitários residenciais mais sustentáveis, com a participação das famílias do Assentamento Rural Sepé-Tiaraju, em Serra Azul, SP. A estratégia geral da pesquisa foi a pesquisa-ação participativa e a pesquisa de caso único: o Assentamento Rural Sepé-Tiaraju, Serra Azul, SP. Para coleta e análise dos dados, utilizaram-se como fontes de evidências a observação direta da atividade, registros escritos e visuais, e depoimentos de participantes. Os produtos obtidos foram: a) caracterização do processo participativo de escolha de sistema de tratamento de efluentes sanitários residenciais; b) caracterização do processo participativo de execução do sistema piloto de tratamento de efluentes sanitários residenciais; e c) avaliação da pesquisa-ação participativa. Os resultados indicaram a necessidade de aumentar o controle das variáveis: governabilidade de recursos financeiros e conflitos interpessoais.


Palavras-chave


Pesquisa-ação participativa. Tratamento de esgoto. Sustentabilidade. Assentamento rural.

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2016 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: