Planejamento tradicional, Location-Based Management System e Last Planner System: um modelo integrado

Hylton Olivieri, Ariovaldo Denis Granja, Flávio Augusto Picchi

Resumo


O modelo tradicional de planejamento adotado por grande parte das empresas construtoras utiliza como base o método CPM (Critical Path Method). No entanto, devido às limitações deste método, muitas empresas utilizam ferramentas auxiliares para o atendimento das necessidades das equipes de produção, causando dúvidas nas equipes quanto ao trabalho a se realizar, às atividades a serem priorizadas e à melhor utilização dos recursos. O objetivo desta pesquisa foi elaborar um modelo integrado que preenchesse as lacunas do planejamento tradicional (baseado no método CPM), e que contemplasse elementos dos sistemas de planejamento LBMS (Location-Based Management System) e LPS (Last Planner System). O modelo foi desenvolvido a partir de um estudo de caso exploratório, adotando-se como base o método CPM, incorporado aos conceitos do PMI (Project Management Institute), e os sistemas de planejamento LBMS e LPS. Possui como uma das características a inclusão de processos para integração dos três sistemas nas seguintes fases dos empreendimentos: iniciação, organização e preparação, execução do trabalho e encerramento. O modelo proposto poderá compensar as limitações de sistemas de planejamento e controle da produção que utilizam ferramentas de maneira fragmentada, uma vez que promove a complementaridade e a sinergia entre eles.


Palavras-chave


planejamento tradicional; last planner system; location based management system

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2016 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: