Análise da qualidade de vida urbana sob a ótica dos espaços públicos de lazer

Lucimara Albieri de Oliveira, Juan José Mascaró

Resumo


Este trabalho analisa a qualidade de vida urbana através de um estudo de caso na cidade de Passo Fundo, RS, sob a ótica dos espaços públicos destinados ao lazer. Classifica os espaços conforme as tipologias encontradas na cidade (parques, praças, largos e terreiros) e investiga seu quadro evolutivo ao longo dos anos. Analisa a quantidade desses espaços juntamente com a sua infra-estrutura, equipamentos, mobiliário urbano e estado de conservação e manutenção, além de fazer um contraponto com a distribuição espacial e a densidade populacional. Faz-se uma reflexão sobre o planejamento urbano, investigando em que medida os espaços públicos de lazer podem desempenhar funções de qualificação ambiental e urbanística da cidade enquanto elementos de planejamento e desenho urbano. A qualidade urbana se reflete nos espaços públicos de lazer existentes em uma cidade, tanto em nível quantitativo como qualitativo, isto é, não é suficiente apenas quantificá-los, mas se deve também fazer uma análise mais detalhada sobre a qualidade desses espaços e o atendimento aos habitantes de maneira igualitária. A inserção ou a otimização desses espaços na malha urbana representam um desafio importante, seja pelas transformações nas demandas sociais, como também pelos limites legais do poder público e pelas forças do mercado imobiliário. Assim, o crescimento desordenado das cidades e as políticas de gerenciamento, que nem sempre contemplam o interesse coletivo, criam reflexos na distribuição, tipologia e manutenção dos espaços públicos de lazer, favorecendo apenas parte da população.

Palavras-chave


Espaços públicos de lazer; Planejamento urbano; Qualidade urbana

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2016 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: