Acessibilidade de habitações de interesse social ao cadeirante: um estudo de caso

Aguinaldo dos Santos, Lisana Kátia Schmitz Santos, Viviane Gaspar Ribas

Resumo


O presente artigo apresenta diretrizes que visam a auxiliar arquitetos, engenheiros e designers no projeto de habitações de interesse social mais acessíveis sob a ótica do portador de deficiências físicas, particularmente os cadeirantes. O método de pesquisa adotado foi o estudo de caso, estando o escopo do projeto restrito ao projeto da edificação. A partir da revisão da literatura desenvolveu-se uma estrutural conceitual base, que foi utilizada para analisar e propor soluções no estudo de caso. O estudo permitiu a análise crítica da estratégia corrente de adoção de áreas mínimas e possibilitou a comparação dos parâmetros mínimos praticados atualmente com aqueles que devem ser os padrões aceitáveis para pessoas que utilizam a cadeira de rodas. O estudo avalia uma proposição de implementação dos requerimentos de acessibilidade em dois estágios: mínimo e avançado. Os resultados do estudo de caso mostraram um aumento em torno de 30% nos custos estimados para a construção da edificação para o patamar mínimo. Contudo, a análise demonstra melhorias profundas na qualidade de vida do portador de deficiência física e redução dos impactos nos custos das alterações ao longo do ciclo de vida da edificação.

Palavras-chave


Acessibilidade; Cadeirante; Habitação de Interesse Social; Responsabilidade Social; Design Universal

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2016 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: