Introdução da durabilidade no projeto das estruturas de concreto

Paulo Roberto do Lago Helene

Resumo


Nos últimos anos tem crescido o número de estruturas de concreto armado com manifestações patológicas, principalmente com problemas de corrosão de armaduras, como resultado do envelhecimento precoce das construções existentes. A perda da proteção natural oferecida à armadura pelo comprimento de concreto pode ocorrer através de diversos mecanismos sendo preponderantes a despassivação por carbonatação e por íons cloreto. Em ambos os casos, na maioria das vezes, todo o componente estrutural é atacado pelo ambiente externo, porém a manifestação da corrosão se dá somente em alguns pontos localizados, como resultado da própria natureza do processo de corrosão eletroquímica onde regiões anódicas alteram-se com regiões de caráter preponderantemente catódico. Neste trabalho discute-se, de forma conceitual e original, a previsão da evolução da deterioração das estruturas de concreto armado através de modelos de comportamento que viabilizam projetar para durabilidade e não somente para resistência mecânica. Esta abordagem moderna e científica da deterioração e envelhecimento da vida útil das estruturas de concreto expostas, durante certo período de tempo, a determinados ambientes agressivos.

Palavras-chave


Corrosão; Armaduras; Vida útil; Estruturas; Durabilidade

Texto completo:

PDF




Direitos autorais 2016 Ambiente Construído

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexado em: