DESAFIOS EDUCACIONAIS PARA O ENSINO DA EDUCAÇÃO FÍSICA SUECA NA DÉCADA DE 2020

Karin Redelius, Håkan Larsson

Resumo


Muitos países pelo mundo vivenciaram uma virada neoliberal que fortemente afetou seus sistemas educacionais. Na Suécia, por exemplo, o Estado de Bem-Estar social-democrata foi radicalmente transformado desde a década de 1990, tomando uma direção neoliberal. Numerosas reformas educacionais foram realizadas, sendo estas descritas como as mais extensas em 100 anos do ensino público. Essas mudanças também afetaram a disciplina Educação Física e Saúde (PEH). Há um crescente interesse acerca desse tema e a PEH se tornou uma das áreas mais exploradas da cultura de movimento sueca. Os objetivos deste artigo são indicar as pesquisas recentes, bem como identificar e formular possíveis mudanças educacionais que professores enfrentam hoje enquanto caminhamos em direção à década de 2020. As questões centrais são: o que caracteriza o ensino em PEH? O que os estudantes aprendem nessa matéria? Existe eficácia na avaliação da PEH sueca?

 


Palavras-chave


Educação Física. Ensino. Avaliação. Neoliberalismo.

Texto completo:

PDF-ENG (English)


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.98869

Direitos autorais 2020 Movimento (ESEFID/UFRGS)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment