FORMAÇÃO CONTINUADA EM PROJETOS E PROGRAMAS SOCIAIS ESPORTIVOS: UM ESTUDO DE CASO

Amauri Aparecido Bássoli de Oliveira, Camila Rinaldi Bisconsini, Fabiane Castilho Teixeira, Claudio Kravchychyn, Ieda Parra Barbosa-Rinaldi, Alberto Reinaldo Reppold Filho

Resumo


Esta pesquisa descritiva e documental objetivou analisar o processo de formação continuada do Programa Segundo Tempo, do Ministério do Esporte brasileiro. A coleta de dados consistiu na aplicação de questionários eletrônicos, respondidos por 23 coordenadores pedagógicos, 267 professores e 198 monitores de esportes de entidades convenentes, e na consulta a documentos internos da Secretaria Nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social. Sob o apontamento e a análise de aspectos positivos e negativos, verificou-se efetividade no processo de formação continuada, deflagrado na capacitação pedagógica e amparado pelo material didático disponibilizado aos recursos humanos atuantes no programa. 


Palavras-chave


Política social. Educação continuada. Esportes. Cursos de capacitação.

Texto completo:

PDF-POR


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.57304



 

 


Movimento
Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                                      

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment