DANÇA: CAMINHO DE POSSÍVEIS (RE)ENCONTROS COM O BRINCAR E SE-MOVIMENTAR

Fernanda Battagli Kropeniscki, Elenor Kunz

Resumo


Este artigo enfoca os entrelaçamentos entre dançar, brincar e se-movimentar. Resulta de pesquisa qualitativa de cunho participativo com base na Sistematização de Experiências, sustentada pela experiência docente no campo da Educação Física, vivenciada com anos finais do ensino fundamental em uma escola estadual de Santa Maria/RS, entre 2017 e 2019. Buscou-se compreender, através de percepções das aulas e diário docente, a dança como caminho de possíveis (re)encontros com o brincar e se-movimentar. Considerada a importância do brincar e se-movimentar, há uma preocupação com as transformações que perpassam a adolescência, momento em que se observa o distanciamento desse brincar. Nesse contexto, a dança, presente de diversas formas na vida dessas e desses adolescentes, mostra um momento de entrega, estado de presença, expressão de si, em que se coloca em movimento aquilo que não é dito em palavras, comunicam-se histórias de vida, questionam-se padrões, e outros conhecimentos são elaborados.

 


Palavras-chave


Movimento. Dança. Adolescente. Educação Física.

Texto completo:

PDF-POR


DOI: https://doi.org/10.22456/1982-8918.100260

Direitos autorais 2020 Movimento (ESEFID/UFRGS)

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.


Movimento

Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança | Universidade Federal do Rio Grande do Sul | UFRGS
Endereço: Rua Felizardo, 750, Jardim Botânico, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, CEP 90690-200
E-mail: movimento@ufrgs.br
 

Bases de Dados Indexadoras

 

                            

 

Apoio

 

        

 

Licença de cópias e declaração de boas práticas de avaliação

 

 Licença Creative CommonsSan Francisco Declaration on Research Assessment